Publicidade: Alfa

Movimento “Carioca10” é lançado com campanha da 11:21

Carioca10 - Cartazes da 11:21

A agência 11:21, do criativo Gustavo Bastos, foi a convidada por Maria Helena Araújo e Marcia Brito, para criar as peças que reapresentam ao mercado o movimento Carioca10 e a nova versão do seu prêmio dedicado a “destacar os cariocas – de nascimento ou de adoção – que cuidam e ajudam o Rio de Janeiro a ser o que sempre foi e retomar sua vocação de cidade alto astral, lançadora de moda, comportamento e tendência”.

O conceito da campanha, criada por Gustavo Bastos e Leandro Barbosa, é “Carioca 10, fazendo bonito pelo Rio”. Segundo Bastos, “historicamente as pessoas atribuem à paisagem natural da cidade sua fama e atração, quando na verdade são as pessoas que fazem a diferença. E este conceito tem como mensagem embutida a transferência de responsabilidade pelo Rio ser uma cidade especial, da paisagem para as pessoas”.

“Percebemos que precisamos mudar o discurso pessimista e passar a acreditar que, se nos unirmos, podemos transformar nossa Cidade no lugar onde todos teremos orgulho de viver. Vamos nos achar onde nos perdemos!? — reforça Marcia. Um dos caminhos propostos pelo Movimento Carioca10 para uma transformação social é mudarmos nossas atitudes e ações de contrariedade para atitudes e ações positivas. “Não criar expectativas em governos e governantes já é um início de atitude positiva. Que eles façam a parte deles e nós, sociedade, a nossa. E a nossa parte é fazer bonito pelo Rio”, afirma Maria Helena Araujo, Diretora-Executiva do Projeto.

O Movimento vai promover, pelas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter, um concurso de frases, fotos e vídeos que retratem o Rio de Janeiro positivamente. As participações selecionadas pela curadoria do Projeto serão divulgadas nas páginas online do Carioca10, creditadas ao autor e, posteriormente, transformadas em livro. As peças também serão expostas em eventos promovidos durante o ano na Cidade.

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta