Publicidade: Alfa

Fabio Mendonça, o designer que trocou agências pela criação de marcas para bebês

Fabio Mendonça

Ex-Diretor de Arte da Divisão de Propaganda da Rede Globo, Fábio Mendonça encontrou um novo mercado de trabalho tendo pais e crianças como clientes das suas criações. Fora do mercado de agências desde 2015, o publicitário, que também já foi da Fischer América e da Bullet Rio, continua sendo designer, só que agora, com sua empresa Desainezinho, desenvolve logomarcas para novos produtos que podem estar ainda na barriga de suas mães.

O volume de trabalho não para, com as marquinhas sendo usadas desde em chás de bebês até como decoração dos quartos que os pais começam a montar. A demanda de produtos para bebês é tamanha que, com o tempo, a Desainezinho começou a se desdobrar em também oferecer músicas inspiradas nos futuros pimpolhos e, para os que ficarem grandinhos, oficinas de criação.

Marcas criadas por Fabio para Alice, Cadu, Pedro e Theo
Marcas criadas por Fabio para Alice, Cadu, Pedro e Theo

Fábio é mais um dos profissionais que deixaram o mercado de agências em busca de uma vida menos dependente de a empresa ganhar ou perder uma conta. E de um dia a dia menos estressante. “Eu não estava mais conseguindo ver a minha filha, e hoje até a levo à escola e vou buscar”, comentou o criativo em conversa com a Janela.

A relação com os clientes também mudou. Sem ter um profissional de atendimento como intermediário, ele explica que os pais — e às vezes até os avós — participam intimamente de todo o processo, praticamente criando junto enquanto explicam o que esperam que venham a ser seus rebentos. “Eles me contam tudo o que sentem, eu vou anotando e transformo em imagem”, diz.

Mendonça admite que precisou ter muita coragem para mudar de ramo. “Muitas vezes as coisas estão na sua frente e você não consegue ver”, alerta o criativo. No caso dele, tudo começou em 2012, quando, ainda trabalhando em agência, fez uma marca para o chá de bebê de sua filha Maria, que estava para nascer. O diretor de produção da agência gostou tanto que também pediu para seu futuro filho. Na festa, mais gente perguntou quem fez e, quando Fabio se deu conta, havia um novo mercado a ser explorado profissionalmente.

Para o designer, mesmo com a liberdade de horários, o comprometimento com o trabalho é igual ao de quando era empregado. Tanto que, como acontece com clientes empresariais, os pais recebem do designer um kit com os arquivos e manual de aplicação da marca.

A vantagem, aqui, é que raramente os clientes fazem concorrência com outros fornecedores para ver quem vai produzir as peças. Tanto que a Desainezinho já criou parcerias para poder entregar aos pais também o enxoval do bebê, sem faltar a decoração de aniversário e peças promocionais, como carimbos e canecas. E, em tempos de multimídia, inclusive o vídeo chamado de “Doc Baby”, o making of com todos os passos para a criação da logo, das primeiras reuniões para brifar até a entrega do projeto pronto.

Publicidade: Dinâmica Talentos

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta