Alcir Gomes Leite deixa o Grupo ABC

Alcir Gomes Leite

Depois de 22 anos no Grupo ABC, Alcir Gomes Leite publicou esta terça-feira, 17/04, em uma postagem no Facebook, que está tomando novos rumos. Na mensagem, ele diz não fazer “a mínima ideia” do que vai fazer. Mas em conversa com a Janela, Alcir adiantou que vê com bons olhos trabalhar dando consultoria para quem precise, inclusive outras agências de publicidade. “Deve ter muita gente interessada no que eu sei”, comentou o publicitário.

Aos 62 anos de idade, o carioca Alcir Carvalho Gomes Leite traz na bagagem o comando da vários escritórios da DM9 e outras empresas do grupo ABC. Nos anos 2000, implantou uma das fases da DM9 no Rio de Janeiro. Segundo ele, a saída já estava sendo negociada há algum tempo e se materializou na última semana, por decisão dele mesmo.

– Sou filho de Ogum. Preciso de coisas novas na minha essência. E senti que estava vivendo um outro momento, precisando caminhar em trilhas, cujas novidades eu ainda não conheça.

No final de 2016, Alcir deixou a copresidência da DM9DDB para assumir o comando da agência LDC (ex-Loducca), onde trabalhou na fusão com a agência Salve na nova Salve Tribal Worldwide, que acabou presidindo. No final de 2017, participou da estruturação da Tamboré, agência do Grupo ABC criada especialmente para atender a recém-conquistada conta do grupo Walmart.

No Rio, Alcir foi diretor geral do escritório da MPM Lintas, até 1994. No começo de 1995, assumiu o comando da F/Nazca S&S no Rio, assim que ela conquistou a concorrência do Banco Nacional. No final de 1996, a DM9 comprou seu passe, levando-o para São Paulo. Mas, mesmo com todo esse currículo, Alcir garante à Janela que não está pensando em, tão cedo, voltar a trabalhar como executivo no negócio publicitário.

Veja o texto postado por Alcir Gomes Leite no Facebook:

Toda despedida carrega um tanto de tristeza. É fato. É da vida. Normal. Ainda mais numa história vivida tão intensamente e tão apaixonadamente como é a minha com a DM9 e o Grupo ABC. Mas não quero, e não precisa ser assim. E não será.Foram 23 anos muito bem vividos.

Não vou falar das coisas que juntos realizamos, porque não acho que isto seja o mais relevante desta história. Mas sim das pessoas que eu tive a sorte de encontrar e conviver intensamente. Foram muitas. Alguns dos meus melhores amigos encontrei aqui. Também foi aqui que descobri que a vida me deu alguns irmãos. Nizan,Guga,Affonso,Tomaz,Paulo Queiroz, Manuk,Márcio Santoro,Luiz Fernando,Olivia,Sergio Valente e Gordilho. Obrigado. Foi divertido.Foi intenso.Foi maravilhoso. Nem vou tentar colocar todos os outros responsáveis por esta viagem maravilhosa, porque fatalmente eu vou me esquecer de alguém e aí…lá vem mimimi.

Mas a vida que merece ser vivida exige mudanças, e é isto que vou fazer. Vou atrás das minhas.

Nem adianta me perguntar o que vou fazer, porque não faço a mínima idéia.

2D, 3D e MOTION
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta