Eletromídia
Publicidade

Leitão e Montenegro lançam série de conteúdo no Youtube

Toni Platão e Alexandre Araujo no programa Sobretudo #1

Toni Platão e Alexandre Araújo (foto) são os protagonistas do novo canal do Youtube “Sobretudo”, criado pelo produtor de vídeo Luiz Leitão (ex-CaraDeCão) com o fotógrafo Milton Montenegro.
“A pegada é sempre da sacanagem. A gente não está explicando nada, não está ensinando nada a ninguém. É quase uma discussão de bar”, brinca Leitão, lembrando que Platão e Araújo já haviam trabalhado juntos, com ótima repercussão, no programa Rock Bola. Agora, o Sobretudo se define como “um programa sobre tudo, sobre nada, sobre alguma coisa e sobre coisa alguma”.

O investimento na geração de conteúdo está sendo a alternativa de Leitão depois de desativar a produtora CaraDeCão. “Produtora não vou montar de novo. Emprego não vou arrumar. O que eu vou fazer da minha vida aos 65 anos? Conteúdo para web!”, racionaliza o profissional, que se uniu ao fotógrafo Milton Montenegro, também numa fase desiludida pela proliferação de autoproclamados fotógrafos nesta era de equipamentos digitais.

A expectativa de Luiz Leitão é que o Sobretudo comece a ser lucrativo a partir de 8 a 10 meses. “Nossa meta é atingir pelo menos 10 mil inscritos, mas sabemos que, primeiro, vamos ter que pagar ao Youtube para nossos vídeos ganharem visualizações”, admitiu.

Até o momento, com 17 programas já gravados, apenas os números 0 e 1 entraram no ar, nas duas últimas quarta-feiras. O atual tem como tema os “Haters”, mas o espectador ainda verá Araújo e Platão discutindo sobre o STF, Voyeurismo e outras questões. Em breve, os dois terão convidados polêmicos para aquecer a audiência.

A imagem em p&b, vale comentar, já gerou gozações dos espectadores, perguntando quando a produção vai comprar uma câmera que filme colorido. Leitão revela que a escolha foi estética e vinda do Milton Montenegro. “Coisa de fotógrafo…”
Vamos ver se resiste à pressão do público.
Dinâmica Talentos
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta