Maria abre no Rio para atender contas da L’Oréal, mas quer mais

Larissa Andrade, Paulo Carvalho e Raphael Silva, a Maria no Rio

A conquista, em concorrência, de duas áreas da L’Oréal, levou a agência Maria São Paulo a investir no Rio de Janeiro, para ampliar sua presença no mercado.

Este mês, com o nome de Maria Rio de Janeiro, a agência paulista se instalou no WeWork do Centro, com seis profissionais que cuidarão das áreas de criação, redes sociais e mídia, com suporte da estrutura da matriz.

Em conversa com a Janela, Larissa Andrade — carioca que hoje é diretora de atendimento e sócia da agência, e ficará na ponte entre as duas cidades –, garante que o objetivo da Maria Rio não é ficar restrita à L’Oréal. Tanto que, apenas com a divulgação da expansão na mídia especializada, diz ela, outras empresas do Rio de Janeiro já convidaram a agência a apresentar propostas de trabalho.

A própria decisão de vir para o Rio, revela a executiva, se deve à crença de que o mercado carioca tem um enorme potencial. “Mesmo a L’Oréal não tendo exigido que abríssemos no Rio, nós acreditamos na proximidade com cliente, pela própria filosofia da Maria de se aprofundar no marketing do cliente antes de propor qualquer solução criativa”, explicou.

A concorrência da L’Oréal envolveu 8 agências. Ao final, a Maria conquistou as áreas On e Off das divisões Dermo Cosmética Ativa (DCA), que abrange Vichy, La Roche Posay, Cerave e SkinCeuticals, e Pequeno Público (DPP), cujas marcas são Kérastase, Redken e L’Oréal Professionnel.

Na foto, Larissa Andrade, Paulo Carvalho, o diretor de Mídia e sócio da agência — que já se mudou para o Rio, onde comandará a operação — e o criativo Raphael Silva.

MX Publicidade
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta