Ministério da Saúde faz concorrência para agências digitais

No próximo dia 30 de julho, às 10:00h, o Ministério da Saúde recebe propostas de agências interessadas em lhe prestar “soluções de comunicação digital”. O edital estabelece a seleção de três agências, para gerenciar uma verba de R$ 50 milhões, esclarecendo que os serviços serão realizados “sob o regime de empreitada por preço unitário”. Ou seja, a cada job as agências escolhidas terão que disputar qual será a vencedora.

Também não é citado no edital se podem ou não concorrer as agências de publicidade que assinaram contrato com o Ministério da Saúde no início de 2017: Calia Y2, CCP, Fields e Nova/SB.

Esta semana, o Ministério deve revelar os nomes dos profissionais de comunicação que foram sorteados para participar da Subcomissão Técnica, que analisará as propostas das agências. Estes foram os nomes previamente indicados:

A) Com vínculo com o Ministério da Saúde:
– Hugo de Barros Braga;
– Levi Lourenço Narciso (Chefe da Comunicação Social do Ministério);
– Washington Luiz de Lima Ezaki (Coordenador de Promoção e Eventos);
– José de Arimateia Moura (Coordenador de Gestão da Armazenagem e Distribuição de Insumos Estratégicos para Saúde)
– Carlos Antônio Alves de Almeida;
– Marcos Santos Silva;

B)Sem vínculo com o Ministério da Saúde:
– Roberto Constante Filho (Chefe da Assessoria de Comunicação Social do Ministério do Esporte)
– Karolline Soares da Silva (Secretaria Geral da Presidência da República)
– Ministério das Cidades: Sérgio Flores de Albuquerque (Ex-diretor de marketing da Embratur e Assessor do Ministro das Cidades)

O edital pode ser baixado em portalms.saude.gov.br/licitacoes-e-contratos .

MX Publicidade
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta