Que tal aparecer como apoiador cultural sem gastar nada?

Delano D'Avila

Se você não está satisfeito com o Crivella, aqui está a chance de usar parte do valor que você pagaria de ISS para apoiar um projeto cultural, em vez de deixar para os cofres da Prefeitura.

Como acontece desde 2013, a Prefeitura do Rio acaba de lançar seu “Edital do Contribuinte Incentivador”, que permite que empresas cariocas direcionem até 20% do que normalmente já recolheriam de Imposto Sobre Serviços para o projeto cultural da sua escolha.

Ano passado, pelo levantamento da Janela, as agências de comunicação do Rio chegaram a utilizar o sistema para direcionar mais de R$ 670 mil de seus impostos para a cultura, com destaque para as agências Artplan e NBS, que superaram, cada uma, o valor de R$ 100 mil. Mas muitas outras aproveitaram a oportunidade, como Agência3, Binder, Dream Factory e Script.

Fora a satisfação de ajudar a combalida cultura brasileira, essas empresas ainda puderam ver suas marcas aparecendo como apoiadoras nos projetos que incentivaram. Algumas destas agências, por exemplo, usaram sua parcela do ISS para viabilizar a edição de livros de arte, que, depois, puderam distribuir como brinde de final de ano para clientes e imprensa, sem precisar de investimentos adicionais.

As informações de como se tornar Contribuinte Incentivador, como edital e relação de documentos, estão no site da Prefeitura, que espera, este ano, aplicar mais de 51 milhões em projetos culturais.

O prazo para inscrições vai até as 18h do dia 31/08 próximo. E as dúvidas podem ser tiradas pelo pessoal da Comissão Carioca de Promoção Cultural (CCPC), pelo e-mail faleccpc.cultura@gmail.com ou pelos telefones (021) 2976-2183, 2976-2173 e 2976-2138.

(A imagem que ilustra esta matéria é um quadro do artista plástico e publicitário carioca Delano D’Ávila)

LEIA TAMBÉM:

Lei do ISS: benefício que a publicidade ainda não sabe usar (em 17/08/2017)

Agências do Rio vão investir mais de R$ 670 mil em cultura (em 06/10/2017)

 

MX Publicidade
Publicidade

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta