• Colunistas 2019. Para quem sabe vencer desafios.
  • “Eu vejo o futuro repetir o passado”, diz a Shutterstock

    Shutterstock - Trends 2019

    O banco de imagens Shutterstock garante que os criativos, em 2019, irão usar grafismos que tragam o passado de volta. A afirmação está no “Relatório de Tendências” que a empresa divulgou esta semana. “O clima de nostalgia está no ar, ganhando as ruas no design, na moda e nas artes audiovisuais”, garante a Shutterstock, baseada em bilhões de buscas e downloads de imagens, vídeos e músicas de mais de 1,9 milhão de clientes em todo o mundo.

    O relatório também está completo em português. Clique aqui para ver.

    As três principais tendências para o ano incluem:

    Cultura Zine – A estética crua e caseira recebe uma atualização digital. Com um aumento de 1376% nas buscas por “colagem de arte contemporânea”, a cultura zine está claramente viva na mentalidade descentralizada da era digital por meio das mídias sociais, onde os criadores independentes podem compartilha-la e os grupos de nicho podem descobri-la. Construídos com base em princípios de colagem e amplamente influenciados pela invenção da fotocopiadora, são recortes de papel, texturas granuladas e com ruídos e camadas de bordas rústicas que definem essa tendência.

    Opulência dos anos 80 – Os anos 80 estão de volta e prontos para a festa. O termo “estampa de correntes” subiu 731% e as pesquisas por “padrão elegante” aumentaram 1060%. Esqueça o bom gosto, isso é sobre bons momentos. Contraste é a palavra-chave para esta tendência. Pense em estampas de leopardo (até 167%) e pele de cobra (até 157%), penas de pavão e cintos de corrente de ouro, pelagem macia e texturas de metal duro.

    O Futuro do passado – O que é velho torna-se novo outra vez. Com o interesse em termos como “Synthwave” aumentando 717%, “Retrowave” subindo 676% e “Duotone” até 230%, esta tendência é um reducionismo otimista de early-tech – um foco no futuro do passado. É tudo sobre as aparências e os sons que definiram o futurismo no alvorecer da era digital, como gradientes bicolores em roxo, azul e rosa, gráficos vetoriais básicos e a música de sintetizador.

    “Até mesmo os profissionais criativos mais talentosos às vezes querem um pouco de inspiração para o próximo grande projeto e o nosso Relatório de Tendências Criativas está aqui para ajudar”, disse Lou Weiss, diretor global de marketing da Shutterstock, que se diz curioso para ver como essa estética evolue “com interpretações modernas mais adequadas para as plataformas digitais de hoje”.

    Além das principais tendências, o relatório descreve oito estrelas em ascensão; alguns são alegres e feitos para o escapismo, como a “Tipografia Tentadora” e as ilustrações únicas do estilo “Kawaii”, enquanto outros colocam a realidade em foco, incluindo a questão urgente de “Além do plástico”. As Tendências Globais descrevem as tendências com crescimento mais rápido em 20 países ao redor do mundo com a “Arte colorida de desenho animado”, dominando nos EUA, e “Espaço Inteligente”, no Reino Unido.

    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta