• Colunistas 2019. Para quem sabe vencer desafios.
  • Jan Theophilo assume a coordenação de comunicação da Alerj

    Jan Theophilo

    O jornalista Jan Theophilo, que, no último ano, assinou a coluna ‘Informe JB’, na nova versão impressa do Jornal do Brasil, é o novo coordenador de comunicação da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

    “Minha tarefa aqui é ajudar os colegas no processo contínuo de aumentar a transparência da Casa, um objetivo da gestão do presidente Andre Ceciliano. Serei um soldado dessa brava tropa.”, comentou Jan em conversa com a Janela. O jornalista foi convidado por Ceciliano e Célia Abend, subdiretora de comunicação, após o JB deixar de circular na última quinta-feira, como a Janela contou aqui. A publicação vinha enfrentando dificuldades e, nos últimos três meses, atrasou os salários, causando uma paralisação de sua equipe.

    A entrada de Jan põe em pauta, novamente, pelo mercado pubicitário, a pergunta feita em 2017: por qual razão a licitação pela conta da Assembleia não foi adiante?

    Em 2017, a Alerj anunciou a sua concorrência nº 01/2017, por uma verba de R$ 12,24 milhões, para a contratação de uma agência de publicidade. Na época, a casa era presidida, por mais de uma década, por Jorge Picciani – que atualmente cumpre prisão domiciliar, devido ao envolvimento em esquema de corrupção. A conta da Alerj estava há onze anos na agência carioca Staff. O processo foi suspenso e, desde então, nada mais se soube a respeito.

    É o próprio Jan quem esclarece a dúvida: “Existe sim o interesse do presidente Andre Ceciliano em fazer uma licitação para escolha de uma agência. Mas o processo ainda está numa fase muito embrionária. No ano passado, a Procuradoria da Alerj decidiu que, devido ao processo de recuperação fiscal do Rio, a Assembleia não poderia fazer publicidade. Uma nova consulta será feita agora, neste início da nova legislatura. Estimamos que deve levar pelo menos de quatro a cinco meses para termos uma sinalização positiva da Procuradoria e darmos início a uma nova licitação.”

    Jan Theophilo é carioca e formou-se pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 1993.
    Trabalhou nos jornais O Globo, O Dia e Jornal do Brasil – este, na década de 1990 e na última versão impressa. Integrou a equipe de Marcos Sá Corrêa no inovador site ‘NO: Notícia, Opinião e Ponto’, quando conquistou o Prêmio Unesco Mídia da Paz, na categoria Webjornalismo. Integrou as equipes das colunas ‘Gente Boa’, de Joaquim Ferreira dos Santos, no Globo, e ‘Radar’, de Lauro Jardim, na revista Veja. Foi também diretor da revista ‘Top Destinos’, especializada no segmento ‘luxo’.

    Na política, atuou como coordenador de comunicação da seção carioca do PMDB nas eleições de 2002.
    Trabalhou em assessoria de imprensa, na FSB, como diretor, e na Fiat Automóveis. Foi ainda gerente de conteúdo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

    É o criador e editor do site ‘Jabuticaba: Experiências de Viagem’, onde conta sobre os lugares pelos quais passa, dando dicas.

    Renata Suter

    Renata Suter

    Jornalista
    seta