• DPZ&T - Criatividade que gera resultados.
  • Morre Luiz Fernando Favilla, criativo e professor

    Luiz Fernando Favilla (2019)

    Faleceu esta quarta, 10/04, o redator e professor de publicidade Luiz Fernando Favilla. Veterano da propaganda carioca, ele trazia no currículo, entre uma série enorme de trabalhos premiados, a criação, junto com o diretor de arte Eduardo Correa (também falecido), do clássico slogan “Cimento Mauá, melhor não há”.

    Luiz Fernando Favilla Carrilho formou-se em Comunicação Social pela Gama Filho, em 1978, e fez especialização em Linguagem e Comunicação em Práticas Profissionais (Lato-Sensu) pela PUC-Rio, onde também fez mestrado em Design e vinha dirigindo a criação da Agência.Com, a agência de publicidade da universidade.

    Em agosto de 1978, a Janela registrou a participação de Favilla (à direita) no júri da Seleção da Janela, com Cecília Dutra e Jaques Lewkowicz
    Em agosto de 1978, a Janela registrou a participação de Favilla (à direita) no júri da Seleção da Janela, com Cecília Dutra e Jaques Lewkowicz

    Favilla foi diretor de criação da Rebouças & Associados e da R&C, de Belo Horizonte. E passou por grandes agências, como SGB, Contemporânea, Artplan, J.W.Thompson, Salles, Caio, Jotaé e L&M. Nos anos 80, associou-se a Mauro Negrão na assessoria de publicidade Gerência de Ideias.

    O criativo vinha enfrentando — sem perder, nas redes sociais, seu bom humor e alto astral de sempre — uma série de problemas de saúde. Em 2018, foi internado com pneumonia, já por complicações de um câncer diagnosticado no pulmão. E no início deste ano, foi detectada metástase no cérebro, o que o levou a uma cirurgia, realizada em março, da qual os amigos imaginávamos que vinha se recuperando.

    O velório será na quinta, 11/04, às 12:30h, no Memorial do Carmo, do Caju, com cerimônia de cremação às 15:30h.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta