• Colunistas 2019. Para quem sabe vencer desafios.
  • Embratur cria marca internamente e gera polêmica nas redes

    Gilson Machado Neto e Osvaldo Matos de Melo Junior - Embratur

    Desde o layout até a possível conotação de estimular o turismo sexual, nada da nova marca lançada pelo Instituto Brasileiro de Turismo – Embratur para promover, no exterior, o turismo do país, escapou de críticas.

    A marca “Brazil, visit and love us” foi apresentada oficialmente pelo presidente do órgão, Gilson Machado Neto, e seu diretor de marketing, Osvaldo Matos de Melo Júnior (ambos na foto), creditando a criação à equipe interna do órgão. A Embratur é atendida pelas agências Artplan e McGarryBowen. Ainda assim, “a nova marca foi desenvolvida pelos próprios servidores da Embratur, trazendo economia e agilidade no desenvolvimento do projeto”, declararam.

    Machado Neto explicou, no lançamento, que a Embratur “se inspirou na rosa dos ventos, em um Brasil que em todas suas direções é lindo e cheio de vida, natureza, cultura e encantamento. A nova marca chancela isto e a importância do governo federal dá ao setor do turismo, fortalecendo a imagem do Brasil e sua bandeira em todo o mundo”.

    A grafia do Brazil com “z” teria como objetivo facilitar as buscas pela internet, já que esta é a forma com que os países da língua inglesa escrevem o nome. Não é a primeira vez, porém, que o nome do país é apresentando desta forma. Em 1983, a Embratur, presidida por João Dória, lançou cartazes com o Brazil com z. Ainda segundo informações da Embratur, o slogan será traduzido para várias línguas.

    Nas redes sociais, a nova marca recebeu inúmeras críticas, inclusive quanto à sintaxe na língua inglesa. Internautas sugeriram que o correto seria “Visit us and love it”. Até mesmo houve quem brincasse que é para estimular a ida aos Estados Unidos, com Visit and Love “US”.

    E outros criticaram o possível apelo sexual do “love us”, principalmente após a declaração do presidente Bolsonaro de que “Quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade”, durante encontro com jornalistas no Palácio do Planalto.

    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta