Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Pantene inglesa quer as mulheres assumindo os cabelos grisalhos

"Power of Grey", da Grey London para a Pantene

Enquanto no Brasil as empresas de cosméticos estão focadas, nas suas campanhas atuais, em valorizar o cabelo crespo natural, na Inglaterra a Pantene já começou a buscar a mulher de cabelos grisalhos para a sua marca.

A empresa lançou, recentemente, uma campanha defendendo que “está na hora de vermos os cabelos grisalhos de forma diferente”. Com a hashtag “PowerOfGray”, as peça são assinadas pela agência londrina Grey (sem trocadilho), promovendo o produto Pantene Pro-V, em TV, mídia exterior, imprensa e redes sociais.

Levantamentos da Pantene apontam que 80% das inglesas já têm cabelos grisalhos, mas parte significativa destas pintam porque a percepção é que a sociedade aceita mais esse tom de cabelos em homens que em mulheres.

O movimento da Pantene não é por acaso. As empresas estão cada vez mais atentas ao crescimento da valorização dos chamados “Perennials”, termo criado em contraponto aos Millenials ou à Geração Y. Consta que o termo foi criado por Gina Pell, chefe de conteúdo da The What, uma “lista inteligente para pessoas curiosas”.

Com idade superior aos 40 anos, os perennials são pessoas cujo estilo de vida não está preso ao tradicional da sua idade. Ou seja, são perenes. Elas se dão ao direito de seguir os padrões sociais — e não cronológicos — com que se identificam. São atualizadas tecnologicamente e podem se relacionar com amigos de qualquer idade. Assumirem, portanto, seus cabelos grisalhos, não é nenhum problema.

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta