Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Rio Carioca mostra a juiza que é dela o “espírito carioca”

11:21 para Rio Carioca - Juiza

A juíza Mirela Erbisti, da 3ª Vara de Fazenda Pública da Capital, que foi destratada pelo prefeito Marcelo Crivella por ter determinado o fechamento da Avenida Niemeyer, foi alvo de uma ação orquestrada pela agência 11:21 para sua cliente Rio Carioca.

Tudo porque Crivella, ao se desculpar pelos comentários de mal gosto, disse que o responsável foi o “espírito carioca”. Antes, Crivella havia dito à imprensa que “Ela tem site que ensina a conseguir namorado. Eu sou engenheiro”.

Como “espírito carioca engarrafado” é exatamente o slogan da Rio Carioca, a agência 11:21 não perdeu tempo. Assim que abriu a semana, na segunda-feira, 15/10, enviou seu gerente de mídia, Rodrigo Sani, e o braço direito da agência, Edvan Neves, para entregar em mãos à juíza uma carta e um kit da cerveja, elogiando à força da magistrada e seu trabalho.

Aos dois, juíza Erbisti agradeceu e declarou que beberia em casa “com carinho”. Sani e Edvan até que tentaram, mas Mirela Erbisti não deixou ser fotografada com o kit, naturalmente.

Veja o texto:

Vossa Excelência,
Não somos de muitas formalidades, usamos chinelo em qualquer ocasião.
Nos orgulhamos em morar no purgatório da beleza e do caos.
Para nossa sorte, somos olhados pelo Cristo e abençoados por todos os orixás.
A nossa cidade nunca foi uma “esculhambação completa”.
A gente adora cada canto.
Da avenida ao beco.
Somos apaixonados pelo carnaval.
Até ganhamos a fama de malandros.
Mas machistas? Jamais.
Não desce. É inadmissível.
Isso nunca vai fazer parte do espírito carioca.
Um brinde à sua força e ao seu brilhante trabalho.
Com o verdadeiro espírito carioca engarrafado.
Ficha Técnica

Agência: 11:21
Cliente: Cerveja Rio Carioca
Criação: Larissa Coelho e Gustavo Bastos
Atendimento: Diego Crisostomo
Aprovado por: Luiz Eduardo Vieira

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta