• Alerj veta projeto que aumentaria cota de negros na publicidade

    Campanha Segurança, da Nacional para o Governo do Estado

    A Comissão de Constituição e Justiça da Alerj aprovou o relatório do Deputado Luiz Paulo considerando prejudicado o Projeto de Lei n° 3631/2017, da Deputada Zeidan, que estabeleceria em 40% o percentual de artistas e modelos negros nos filmes e peças publicitárias do poder público estadual no Rio de Janeiro.

    A justificativa do relator é a já existência da Lei nº 8.334, do Deputado Waldeck Carneiro, aprovada em 29/03/2019, que estabeleceu em, no mínimo, um terço do elenco, a “cota para representação de afrodescendentes na publicidade governamental”.

    Segundo levantamento da Janela, o cuidado de garantir a diversidade na comunicação do governo fluminense já vinha acontecendo antes mesmo da aprovação da lei. A foto que ilustra a matéria, por exemplo, é da campanha ‘Virando o jogo na segurança”, da agência Nacional para o Governo do Estado, lançada em meados de março.

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Alerj aprova cota de negros na publicidade de governo do Rio (em 27/03/2019)

    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    seta