Grupo Coruja. Sua marca em movimento.
Publicidade

Grey tem novo comando: Luciana Rodrigues e Max Geraldo

Luciana Rodrigues, Maria Piraja, Michael Houston, Raquel Messias e Max Geraldo

Depois da sua reestruturação — que implicou inclusive na saída do carioca Adriano Matos do cargo de CCO — a agência Grey está anunciando os nomes de Luciana Rodrigues e Max Geraldo como seus novos presidentes. Além disso, Luciana acumula a função de CEO e Geraldo a de Chief Creative Officer (CCO).

O objetivo da mudança, explica Michael Houston, CEO Worldwide de Grey, é “ressignificar para o Brasil o posicionamento ‘Famously Effective’, neste cenário onde clientes e a relação com seus parceiros de comunicação está em constante transformação”.

Luciana Rodrigues comandou a operação do BuzzFeed Brasil até janeiro de 2020 e, anteriormente, ocupou a vice-presidência de Inovação da Warner Media (TNT, Warner, Space, Cartoon Network, CNN, entre outras) para toda a América Latina.

Max Geraldo está de volta ao Brasil após um período de quatro anos nos Estados Unidos. Ganhador de 63 Leões em Cannes, incluindo o primeiro Grand Prix brasileiro de mobile com “Nivea Protection Ad”, ele tem no currículo os conhecidos “Pôneis Malditos”, para Nissan, e “Experimenta”, no lançamento da Nova Schin. Nos Estados Unidos, integrou a liderança criativa da FCB Chicago, maior escritório da rede no mundo, e trabalhou na We Are Unlimited, agência do Omnicom Group dedicada à conta de McDonald’s. Max também foi líder criativo da Arnold Boston.

Além da chegada dos novos executivos, fizeram parte da restruturação a promoção de Maria Pirajá para o cargo de Managing Director e Raquel Messias assumindo o posto de Chief Strategy Officer (CSO).

Na foto, Luciana Rodrigues, CEO e presidente da Grey Brasil; Maria Pirajá, managing director; Michael Houston, CEO Worldwide; Raquel Messias, CSO, e Max Geraldo, CCO e presidente.

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta