• Oi Ads
  • Mudança do logo no combate ao Covid-19 aumenta nas empresas

    Logos pelo coronavírus

    Pelo menos sete empresas mudaram seus logos para colaborar com a proposta da Organização Mundial de Saúde (OMS) de que o isolamento social e ficar em casa são a melhor proteção contra a pandemia do coronavírus.

    Uma das primeiras, o Mercado Livre, trocou, no Brasil e na Argentina, o aperto de mão da sua marca — que simbolizava o fechamento do negócio de compra e venda — para os dois cotovelos se tocando, brincadeira que surgiu como alternativa para o cumprimento em tempos de Covid-19.

    O afastamento dos elementos da marca apareceu nos logos do McDonald’s, da Volkswagen e da Audi, que separou seus círculos tradicionalmente entrelaçados.

    No caso do McDonald’s, aliás, a empresa decidiu voltar atrás da criação proposta pela agência DPZ&T. O sucesso da iniciativa foi tão grande que a notícia foi reproduzida em sites de publicidade nos Estados Unidos, chamando a atenção do candidato à vaga democrata para a disputa presidencial, Bernie Sanders, que cutucou, em sua rede social, a lanchonete por ela não querer pagar o salário dos seus funcionários afastados pela doença.

    E, finalmente, a defesa de que se deve ficar em casa foi adotada pela Domino’s, pela Travel Ace e pelo Porta dos Fundos. As duas primeiras acrescentaram tetos a suas marquinhas. E, no caso do grupo de humor, a figura do bonequinho descendo as escadas para sair de casa foi substituída pelo próprio sentado em casa olhando o celular.

    Logos pelo coronavírus, por Jure Tovrljan
    Os logos propostos pelo esloveno Jure Tovrljan

    A moda de alterar o logo chamou a atenção do mercado de criação e do designer esloveno Jure Tovrljan, que resolveu fazer as suas propostas (veja acima). A United virou Divided; a MasterCard teve suas bolinhas separadas; a sereia do Starbucks ganhou uma máscara; o jogador da NBA deitou-se para ler seu notebook; o LinkedIn tornou-se LinkedOut e a cerveja Corona acabou tendo que procurar um novo nome!

    ATUALIZAÇÃO

    Bagaggio - Sides - Pelo CoronavírusApós a publicação da matéria, a agência Sides entrou em contato com a Janela para contar que sua cliente, a rede de lojas de malas Bagaggio, cuja marca tem duas letras G entrelaçadas, também entrou na campanha, separando os Gs por proposta da criação.

    O slogan “Leve sempre com você”, como ninguém está podendo viajar e todas as lojas estão fechadas, também foi mudado, passando, durante o período da quarentena, para “Com você, mesmo à distância”.

     

    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
    seta