• Felipe Michel sai de novo da Secretaria de Eventos do Rio

    Felipe Michel - Rio para todas as idades

    Aconteceu igualzinho em 10/2019. Felipe Michel pediu exoneração do comando da Secretaria de Envelhecimento Saudável, Qualidade de Vida e Eventos (SESQV), depois de quatro meses à frente da pasta que é responsável, entre várias outras coisas, pela regulamentação e incentivo aos eventos que acontecem na cidade do Rio de Janeiro. Passados dois meses, em 12/2019, ele foi reconduzido ao cargo, e agora — mais uma vez após quatro meses –, ele pede para sair novamente.

    A mudança foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) esta sexta-feira, 03/04, prazo limite para a desincompatibilização dos candidatos à reeleição, acreditando-se que o pleito não será adiado e sim realizado em outubro. A despeito da dúvida sobre a data das eleições municipais deste ano — e pelo fato de o TSE ainda não haver se manifestado formalmente — todos os políticos que estão em cargos públicos precisaram se afastar de suas funções para poder pensar em registrar suas candidaturas.

    Na primeira saída, o motivo alegado foi Michel reforçar a tropa de Crivella na Câmara dos Vereadores. Na época, o político declarou que estava voltando pra seu mandato na Câmara “para aprovar projetos importantes para a cidade e também apoiar ajustes feitos pelo Prefeito”. E ainda completou ser “um soldado” de Crivella.

    Como da vez anterior, o prefeito Crivella nomeou Tiago Almeida da Silva, subsecretário, para ficar cuidando temporariamente da SESQV.

    Férias na Riotur

    Enquanto isso, com a cidade e o mundo parados por conta da pandemia do coronavírus, a Prefeitura do Rio resolveu dar férias coletivas remuneradas a todos os funcionários da Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro S.A. – Riotur, valendo entre 06/04 e 05/05. Segundo a portaria “N” nº 256 de 02/04/2020, durante este período ficam suspensos vale transporte e vale refeição para os funcionários.

    Vale lembrar que a Riotur também está sob comando temporário. Na última semana, o presidente Marcelo Alves pediu exoneração, por motivos pessoais, com a chefia do órgão sendo assumida, na condição de vice-presidente em exercício, pelo consultor jurídico Fabrício Villa Flor de Carvalho.

    Ainda assim, profissionais que foram levados por Marcelo Alves começaram a ser dispensados. Foi o que ocorreu com Maurício Werner, gerente de Serviços Turísticos, e Kelly Azevedo, assessora da Riotur, que tiveram a sua exoneração publicada nesta mesma edição do DOM.

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Eventos da Prefeitura do Rio podem ter novo Subsecretário (em 02/08/2019)

    Raphael Gonçalves é o novo subsecretário de Eventos de Crivella (em 07/08/2019)

    Secretaria do Rio que abrange eventos passa para Tiago Almeida (em 29/10/2019)

    Felipe Michel volta à Prefeitura e muda comando dos eventos (em 04/12/2019)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    seta