EcoMask Plus - Crie a sua!
Publicidade

Receita com marketing cai no Botafogo, com dívidas de R$ 800 mi

Botafogo

A empresa de consultoria Pluri acaba de divulgar um levantamento sobre a situação financeira do Botafogo de Futebol e Regatas, que garante ter o clube chegado a dívidas que superam os R$ 800 milhões.

O estudo afirma que o Botafogo tem o maior endividamento do futebol brasileiro. “O clube se tornou símbolo de dificuldades financeiras cuja origem remonta a décadas, dificultando qualquer recuperação consistente, a despeito dos esforços recentes pela melhoria da gestão e das finanças”. Para a Pluri, “é imperativa a atração de parceiros que possibilitem a injeção de recursos” no clube.

De acordo com o trabalho, nos últimos 5 anos a receita de marketing do alvinegro caiu 77%. Em 2014, o clube teria faturado R$ 40 milhões, que despencaram para R$ 9 milhões em 2016. Em 2017 e 2018, o clube chegou a ter uma recuperação, faturando R$ 19 e R$ 18 milhões, respectivamente. Mas em 2019 o número voltou a se reduzir em 47%. O valor de R$ 9 milhões do último ano foi o mais baixo na década.

Ainda segundo a Pluri, no último ano as áreas de marketing e comercial da Estrela Solitária corresponderam a apenas 4% da receita. Número que é apenas a metade do que representou o Matchday (sócios + bilheteria), com 8%. Como ocorre em geral com os times brasileiros, o principal rendimento vem da transmissão dos jogos e das cota de participação, um montante de 47%. Vale citar que em 2014, quando o marketing do Botafogo rendeu aqueles R$ 40 milhões, a atividade chegou a corresponder a um quarto de tudo o que o clube faturou.

A análise das finanças do Botafogo está disponível para download no site da consultoria.

PUBLICIDADE

Tupi FM.
Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta