EcoMask Plus - Crie a sua!
Publicidade

Volkswagen, acusada de racismo na Alemanha, pede desculpas

VW Golf 8 Alemanha

Uma enorme mão branca tira um rapaz negro do meio da rua e o joga com um peteleco para dentro de uma loja, onde vemos estacionado, na frente, o novo modelo alemão do carro Golf 8.

Com apenas 10 segundos, a peça foi colocada no ar nas redes sociais e gerou uma comoção tamanha, com a acusação de racismo, que a empresa foi obrigada a retirá-la do ar e se desculpar publicamente.

Internautas chegaram inclusive a ver significado no nome do local para onde o homem é jogado. “Petit Colon”, em francês, significa “Pequena Colônia” e poderia se referir a territórios ocupados no passado por países europeus na África.

Diretores da empresa, como Juergen Stackmann, do conselho de vendas e marketing, e Elke Heitmueller, chefe de gestão de diversidade, se desculparam no Twitter e LinkedIn: “Entendemos a indignação pública com isso. Porque também estamos horrorizados. Este vídeo é um insulto a todas as conquistas do movimento pelos direitos civis. É um insulto a toda pessoa decente. Nós da Volkswagen estamos cientes das origens históricas e da culpa de nossa empresa durante o regime nazista. É exatamente por isso que nos opomos resolutamente a todas as formas de ódio, difamação e discriminação.”

A VW alemã diz que irá investigar o que aconteceu e tornar públicos “os resultados e consequências”. No entanto, não foi revelado, até o momento, o nome da agência ou produtora responsável pelo trabalho.

PUBLICIDADE

Tupi FM.
Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.
seta