• Serpro terá R$ 1,4 mi para impulsionamentos no Facebook

    Serpro - Facebook

    O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) pretende investir R$ 1,4 milhão em impulsionamentos de conteúdo e anúncios pagos nas redes sociais Facebook e Instagram até agosto de 2021.

    O valor reservado pela estatal para as duas plataformas se baseia no artigo 30 da Lei 13.303/16, que prevê que a contratação direta, por órgãos da administração pública, está autorizada quando houver inviabilidade de competição. Como é possível considerar que o Facebook e o Instagram não têm similares, deixa de haver a necessidade de abrir concorrência para propostas de redes sociais.

    A página do Serpro no Facebook tinha, até o momento desta matéria, 987 fotos divulgando iniciativas apoiadas ou promovidas pelo órgão, como o Painel de Inteligência Veicular ou o Sistema Radar, que ilustra esta matéria. Mas a instituição também publica anúncios, que não ficam registrados em seu perfil.

    Segundo Juliano Machado, gerente do departamento de Eventos e Redes Sociais do Serpro, em conversa com a Janela, o novo investimento se deve ao órgão considerar que os impulsionamentos das postagens e dos anúncios têm dado o resultado esperado. No último ano, a verba do Serpro para impulsionamentos foi de R$ 30 mil. Em uma visão da página do Facebook é possível ver, nas postagens recentes, uma média de retorno entre 30 e 60 curtidas, além de alguns chegarem a superar 10 compartilhamentos.  Mas Machado esclarece que estes números se devem a não ter havido impulsionamento de postagens nos últimos dois meses, com o foco estando nos anúncios.

    O aumento da verba para R$ 1,4 milhão para o Facebook e para o Instagram é apenas o primeiro de outras aplicações que o Serviço Federal de Processamento de Dados pretende realizar em meios da internet este ano, adianta Juliano Machado.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    seta