• Apro e Leo Burnett combatem o assédio no setor audiovisual

    Leo Burnett para Apro: Corta!

    A Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais (Apro) está soltando uma série de três filmes criados pela Leo Burnet Tailor Made para apoiar o movimento #MeTooBrasil no combate ao assédio sexual no setor de audiovisual.

    A campanha, chamada de Corta!, além dos comerciais que fazem uma analogia à produção de roteiros, terá peças para redes sociais vão levar mensagens que retratam histórias reais de situações abusivas vivenciadas neste meio.

    Em conjunto, a entidade lança nesta quarta, 23/09, um movimento de engajamento, chamado de Dia D, para mobilizar os profissionais do mercado (atores, diretores, produtores, entidades) a se manifestarem em suas redes sociais com peças da campanha em prol de um basta no comportamento abusivo.

    O primeiro filme liberado — veja abaixo — chama-se “Hotel”, mas ainda virão “Apartamento” e “Camarim” narrando abusos que aconteceram em festas, eventos oficiais do mercado e até mesmo em um típico dia de trabalho dentro de um set de produção. “Isto não é um roteiro. Isto é uma história real. Isto precisa ter fim. CORTA!, um movimento contra o assédio na indústria do audiovisual”, lembram os comerciais.

    PUBLICIDADE

    Tupi FM.
    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    seta