• O Dilema das Redes provoca ação da MedLevensohn

    Gustavo Bastos e Dilema

    O documentário “O Dilema das Redes”, lançado pela Netflix, levou a empresa de produtos de saúde MedLevensohn a pedir a Gustavo Bastos (foto), da agência 11:21, uma campanha para ajudar a preservar a saúde mental das pessoas e estimular que elas vejam o documentário para se informar sobre o assunto.

    Polêmico desde que surgiu nos Estados Unidos no começo de setembro, com direção de Jeff Orlowski, The Social Dilemma discute a influência que as redes sociais estão exercendo no pensamento e no comportamento da sociedade contemporânea, cada vez mais controlada pelos algoritmos.

    11:21 para MedLevensohn, com O Dilema das Redes

    “Você não segue esta página e mesmo assim este post veio parar aqui” diz a primeira peca, que ajuda o usuário a entender o funcionamento das redes. O sub alerta: “As redes sociais podem fazer mal para a sua saúde mental caso você não saiba como ela funciona”. E convoca “Assista o documentário O Dilema das Redes.”

    As outras peças da campanha são “Já estava na hora de você cair no virtual” fazendo uma alusão ao termo “cair na real” e “Você acha que escolhe na internet, mas na verdade é escolhido”. Em ambos os posts, há o sub falando da saúde mental e a convocação para que a pessoa veja o documentário e se informe.

    Segundo Aloysio , Diretor de Marketing da MedLevensohn, “O assunto e muito importante, impactante e atual. Uma grande empresa de saúde como a nossa não podia deixar de abrir esta conversa com o consumidor e falar abertamente sobre o Dilema”.

    A campanha entrou no ar esta segunda-feira pelas redes sociais da MedLevensohn.

    Marcio Ehrlich

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    seta