Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 27/NOV/1981
Marcia Brito & Marcio Ehrlich

 

Janela Publicitária
Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Tribuna da Imprensa.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

Janela revela o texto da Ata em que se baseou Murilo Coutinho.

O "Jornal da Propaganda", editado pelo Sindicato dos Publicitários do Município do Rio de Janeiro, publica em sua edição nº 51, de novembro corrente, a informação de que a Assembleia "autorizando a filiação do nosso Sindicato (N.R.: à Federação Nacional dos Publicitários) somente no caso da Federação funcionar no Rio" - argumento utilizado pelo presidente da entidade para retirá-la do plenário do I Congresso Nacional Sindical de Publicitários - realizou-se em 12 de agosto último.
De acordo com a diretoria da entidade (manifesta na Assembleia Geral Extraordinária de 18 de novembro), aquela decisão exigiria que, para participar da Federação sem que o Rio fosse sede, o Sindicato convocasse uma nova assembleia, que então votaria a anulação da decisão anterior.
Infelizmente, porém, a Ata daquela assembleia de 12 de agosto ainda não foi publicada no Rio, nem mesmo naquele jornal do Sindicato. Em São Paulo, Meio & Mensagem transcreveu e comentou o documento. Assim, a análise e a compreensão da decisão ali estabelecida vinham ficando por conta de uma minoria. Para dar fim aos disse-me-disse, e para informação dos cariocas e dos representantes sindicais de todo o País, a Janela reproduz os trechos principais daquela Ata. Os leitores que concluam - inteligentes que são - se na aprovação por unanimidade do plenário da Assembleia consta ou não a ressalva de que tanto se fala, ou se segundo a Ata, a ressalva não passou de uma proposta:
"...Após amplamente discutida a relevância da fundação da Federação Nacional dos Publicitários, Agenciadores de Propaganda e Trabalhadores nas Agências de Propaganda, por proposta do companheiro Oster Roberto Cidade, foi colocada em votação (...): autorização para fundação da Federação já mencionada e autorização para filiação desta entidade àquela federação, desde que a sede seja no Estado do Rio de Janeiro. O plenário da Assembleia por unanimidade dos presentes decidiu-se por autorizar a Diretoria do Sindicato, na pessoa do senhor presidente da entidade, a participar da fundação da Federação Nacional dos Publicitários Agenciadores de Propaganda e Trabalhadores nas agência de Propaganda, bem como autorizar a filiação do Sindicato dos Publicitários do Município do Rio de Janeiro àquela federação. Esgotada a pauta da presente Assembleia o senhor presidente pediu a mim, secretário, que lavrasse à presente Ata, que vai por mim e demais membros da mesa lida e assinada, às dezesseis horas do dia doze de agosto de 1981. Seguem-se as assinaturas. Transcrição fiel da Ata transcrita às folhas 169V, 170 e 170V do livro próprio. - Rio de Janeiro, 12 de agosto de 1981."

Brainstorming • Brainstorming • Brainstorming

• As Comissões de Constituição e Justiça, e de Comunicação da Câmara Federal deram pareceres favoráveis a aprovação - com algumas emendas - do projeto nº 2.2216/79, do deputado Gióia Junior, que proíbe a propaganda de bebidas alcoólicas e de cigarros por meio de painéis montados à margem das rodovias.
Já a comissão de Economia, Indústria e Comércio rejeitou.
• A CBBA-Rio, que já havia realizado semana passada uma grande conquista ­ a conta de seguros e capitalização do grupo Nacional - dá agora uma nova tacada: pega a parte de propaganda das Lâmpadas GE.
• Troca-troca de profissionais, Magda Von Brixen (ex-Thompson), trocou a UEB Publicidade pela Denison Propaganda. /// Antônio Torres, que há anos é diretor de Criação da Denison-Rio, resolveu voltar a ser um simples (no bom sentido) redator, contratado a peso de ouro pela Salles lnter-Americana. /// Oswalber Fernandes é o novo profissional de atendimento da Universal & Grey, agência que promoveu Paulo Roberto Bertone a Diretor de Atendimento. Oswalber, até recentemente, atuava no marketing da Pepsico. /// Em Curitiba, o publicitário e colunista Ney Alves de Souza transferiu-se para a Umuarama Publicidade, a house-agency do grupo Bamerindus.
• Quem conta é Edson Zenóbio, do Estado de Minas: Roberto Medina ofereceu nada menos que 15 milhões de cruzeiros para comprar a agência mineira ASA. No entanto, seu diretor Edgar Melo recusou-se à vender.
• Pede o pessoal do marketing da Nashua para se esclarecer (portanto, a responsabilidade pelos mal-entendidos é deles): quem perdeu a conta de copiadoras daquela empresa não foi a Esquire e sim a Esquire Oliveira Murgel. A Esquire até que ainda está fazendo alguns trabalhos de criação e produção para a linha de suprimentos da empresa.
• Responderam a nossa questão sobre o filme da Creche Casulo. É da MPM. E aí vai a ficha.
Criação Cecilia Sardemberg e Heloisa Rangel
Diretor de Criação: Álvaro de Almeida
Produtor da Agência: Fredy Nabham e Jean Pierre Resmond
Direção: Tito Teijido
Fotografia: Klaus Newes
Cenografia: Maria Inês
Montagem: Nelo Meil