Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 11/DEZ/1981
Marcia Brito & Marcio Ehrlich

 

Janela Publicitária
Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Tribuna da Imprensa.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

As Dicas para ter mais chances no Prêmio Colunistas

Como esta é a primeira vez que o Prêmio Colunistas vai se realizar no Rio, não é difícil que as Agências e os profissionais da propaganda carioca tenham muitas dúvidas sobre seus critérios, mesmo sendo o Regulamento (que já está à disposição na sede da ABP, à Av. Rio Branco nº 14 – 17º andar - tel.: 233-1197 e 233-1492) bastante detalhado.
Por isto, estaremos semanalmente aqui dando dicas e tirando dúvidas sobre o Prêmio.
I) As agências devem procurar inscrever (aproveitando que as inscrições são grátis) trabalhos no máximo de categorias que puderem. Não só aumentam as chances da agência como ajuda na avaliação das categorias "conjunto".
II) Diz o Regulamento que cada empresa só pode inscrever uma peça ou conjunto em cada categoria. Isto é rigoroso. Mas nada impede que enquanto uma campanha promocional criada pela agência seja inscrita por ela, própria, outra seja inscrita pelo respectivo cliente. Nos casos de filmes, cronogramas, e outdoors, então, três trabalhos da mesma agência podem acabar concorrendo na mesma categoria: um inscrito pela agência, outro inscrito pelo anunciante, e um terceiro inscrito pela produtora (no caso dos fonogramas e filmes) ou pela exibidora (no caso dos outdoors). Além disso, os membros do júri também têm o direito de inscrever peças ou campanhas que ninguém tinha apresentado, desde que ele considere isto necessário para preencher lacunas nas categorias. Por isso é tão importante para as agências manterem, durante o ano, os colunistas informados de seus trabalhos. Não é raro que agências bem estruturadas - e espertas - enviem regularmente reproduções de suas campanhas para os colunistas, que (muitas vezes devido às divisões de contas que têm os grandes clientes) não sabem qual a agência responsável pela campanha que ele viu e gostou.
III) Algumas agências do Rio já estão preparando – como é comum em outros mercados onde o Prêmio Colunistas já existe - apresentações de seus trabalhos para os colunistas do Prêmio. Normalmente, estas apresentações se fazem em cafés da manhã, almoços ou lanches para os quais todos os colunistas são convidados e passam a conhecer o conjunto dos trabalhos da agência, seus profissionais, sua filosofia, seus resultados no ano, perspectivas etc. Outras agência que estejam interessadas em reunir os colunistas podem entrar em contato com a Coordenação do 1º Prêmio Colunistas-Rio de Janeiro, através do colunista Marcio Ehrlich, pelo telefone 266-3131.
IV) A DPZ, em São Paulo, tem um profissional só para cuidar de inscrições e premiações. E a agência, que já tem bons trabalhos, acaba ganhando prêmio à beça. De qualquer maneira, o exemplo pode ser aproveitado das seguintes formas mais simples: determine, na agência, quem vai ficar responsável por acompanhar as inscrições no Colunistas, destrinchar o Regulamento, recortar e guardar estas Dicas para colocá-las em prática etc. Pode ser um excelente trabalho para um estagiário ou um trainee do atendimento. A experiência mostra que deixar na mão de todo mundo é não deixar na mão de ninguém.
Semana que vem voltamos com novas Dicas.

Profissionais do Ano 81 define júri.

Já está estabelecido o júri que participará do prêmio Profissionais do Ano 81, promovido pela Rede Globo, e que analisará o Prêmio Mercado Regional Sudeste. Serão 12 jurados: (por ordem alfabética) Carlos Pedrosa (professor de comunicação da Bennett), Clementino Fraga Neto (presidente da ABAP-Rio), Cristina Leal Pinho (gerente de Departamento de Serviços de Marketing da TV Globo), Edeson Coelho (do Conselho Superior da ABP), Elysio Pires (presidente da ABP), José Monserrat Filho (profissional de criação), José Roberto Penteado (colunista publicitário) , Marcio Ehrlich (colunista publicitário da TRIBUNA DA IMPRENSA). Nélson Gomes (diretor executivo da Divisão de Comunicação da TV Globo), Otávio Vilardi (diretor comercial regional - Rio da TV Globo), Ronaldo Conde (presidente do Clube de Criação do Rio de Janeiro), e Ruy Schneider (presidente da Associação Brasileira de Marketing).

Esquire: nova diretoria e nova casa.

A partir de segunda-feira, 14 de dezembro, a Esquire estará em casa nova, na Praça Pio XI, 174 (com os telefones 226-2578 e 266-2421) no Jardim Botânico. O lugar é meio escondido mas muito bonito. Fica no final das ruas Oliveira Rocha e Conde de Afonso Celso, que cruzam a Rua Jardim Botânico.
Na casa nova, a Esquire já estreia sua atual composição acionária, tendo Clementino Fraga Neto 70% das ações, o Grupo Casares 20% e Paulo Novis, o diretor de Atendimento da agência, 10 %.
Na antiga casa da Esquire na Marquês de Olinda passará a funcionar a Almap-Alcântara Machado Periscinoto, que, pelas instalações, pagará de aluguel - pelo que soubemos - a bagatela de 800 mil cruzeiros.

Brainstorming • Brainstorming • Brainstorming

• A Telerj está remanejando sua conta, mantendo, como suas agências, a partir de agora, apenas a Norton e a Oliveira Murgel. Estas agências deverão absorver - obviamente corrigida - a parte que este ano correspondeu à Artplan, ou seja, cerca de 51 milhões de cruzeiros de faturamento.
• A MPM conquistou mais três importantes prêmios internacionais. Desta vez foi no All Japan Radio & Television Commercial Council (ACC) , realizado em Tóquio, com os filmes "Pernas", para a Walita; "Trem", para a Fiat: e "Natal Dim", para a Olivetti. Todos de 1980.
• Stainless Chevalier foi contratado pela Norton­Rio, na área de atendimento.
• A Denison levou para seu Departamento de Criação Ney Azambuja, que estava na Universal & Grey. Na verdade, Ney vem acompanhando, desde que estava na SGB, a conta da Inega, deixando o cliente muito satisfeito.
Quando a Denison pegou a conta, não podia deixar de ir atrás do criador.
• Outro que saiu da U&G e já está muito bem colocado: Eduardo Moura, que está assumindo na mídia da McCann Erickson-Rio.
• Nei Leandro de Castro, que deixou a propaganda carioca (antes de sair estava como redator da Caio) para voltar ao Nordeste, já está com coluna assinada de crônicas - aliás deliciosas - na Tribuna do Norte, de Natal.
• Sepp Baendereck, que reduziu suas atividades publicitárias na Denison para se dedicar mais à pintura, inaugura dia 14 próximo, na Galeria São Paulo, na cidade do mesmo nome, sua exposição "Imagens da Amazônia".
• A Associação Brasileira de Marketing Rural, a partir do dia 16 próximo, terá sua sede em novo endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 1462, 8º andar, conj. 8-D, Cep 01452, São Paulo-SP, com o telefone (011) 112-8300. E no Rio, quando chegará a ABMR?
• Jomar Moura Machado, marcador e ilustrador da McCann Erickson, inaugurou exposição de trabalhos na Galeria de Arte Delfim, em Copacabana.
• Dia 10, também na Galeria São Paulo, a Integral Propaganda e a Novagência comemoram sua fusão com uma exposição de seus trabalhos, e o lançamento da novo portfólio conjunto.
• Amanhã, o programa Propaganda e Mercado irá ao ar na TV Bandeirantes às 10:00hs, com Marcio Ehrlich.