Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 10/JUN/1994
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

MPM Lintas muda para SP operação de clientes do Rio

A inesperada e incontornável perda da conta da IBM - por decisão internacional deste anunciante - foi o terremoto que faltava para ruir na MPM Lintas as esperanças de manter no Rio de Janeiro uma agência de propaganda full­service.
Esta semana, com a presença no Brasil de Frank de Vitto, seu diretor mundial de criação, a MPM Lintas decidiu que, para não fechar totalmente no Rio, onde ela tem clientes importantes como Banco Nacional, Coca-Cola e Ipiranga - a melhor alternativa será transferir praticamente toda a operação destes clientes para São Paulo e manter aqui apenas uma estrutura pouco maior que um escritório de representação, comandado por seu atual vice­presidente de operações, Alcir Gomes Leite.
Como parte desta reformulação, o VP de criação da agência no Rio, Fábio Siqueira, se transferirá dentro de 15 dias para São Paulo, onde dividirá a direção de criação da agência com Manoel Zanzotti. Fábio, que leva com ele o diretor de arte Ari Fidelis, também terá como função fazer a interface entre a criação da agência em São Paulo e os seus clientes cariocas.
Apesar disto, adianta o vice-presidente nacional de criação da MPM Lintas, Ercílio Tranjan, para atender às necessidades urgentes dos clientes locais, a agência considera fundamental manter no Rio uma dupla de criação. A meta é que estes criadores sejam os dois que ainda estão na agência: o redator Cássio Faraco, que fazia dupla com Ari Fidelis, e o diretor de arte Jair de Souza, que trabalhava com o redator Alexandre Machado, que também está se transferindo para São Paulo, contratado pela W/Brasil. Uma meta ousada, porque Cássio e Jair estão entre os profissionais do 1º time da criação carioca e não é impossível que já estejam recebendo propostas tentadoras para dar novos voos.
Outro profissional que a MPM Lintas pretende manter, segundo nos informou Fábio Siqueira, é o designer Augusto Machado, responsável por grande parte dos trabalhos promocionais que a agência vinha produzindo no Rio. As demais áreas, como mídia e produção, serão totalmente desativadas.
No meio de tantas mudanças, Fábio Siqueira se mantém bastante otimista com a solução encontrada pela agência. Ele lembra que ela poderia simplesmente fechar o escritório carioca e transferir toda a operação para São Paulo, "como muitas agências fizeram". Ao contrário, defende Fábio. "a MPM Lintas vai manter as portas abertas no Rio, mantendo inclusive criação, para que ela possa se reposicionar no mercado e logo voltar a crescer".
Enquanto este crescimento não chega, comenta-se dentro da MPM Lintas que antes do final do ano a agência passará por mais uma grande mudança formal no mercado brasileiro. É que em novembro próximo vence a última parcela que a Lintas Worldwide deve a Luís Macedo, Petrônio Correa e Antônio Mafuz pela compra da MPM. Quitada a transação, a agência deverá voltar ao seu nome original. Simplesmente Lintas.

Décio Clemente volta ao marketing do City.

Décio Clemente, um dos melhores profissionais de marketing do mercado financeiro carioca, está de volta ao comando desta área no Citibank.
O que permite prever mudanças na publicidade da empresa. Quando a conta do Citibank teve que deixar a VS Escala e se transferiu para a McCann Erickson-Rio, comentou-se fortemente no mercado que a decisão não teria sido do agrado de Décio.
Com isso, em princípio, seria possível esperar a volta da conta à - agora chamada - V&S. Só que, depois que perdeu o Citibank, a V&S firmou um acordo com a pernambucana Gravatahy para cuidar da criação do Banorte.
Ou seja, se Décio decidir deixar a McCann, as agências cariocas se preparem: a conta de um dos dois bancos vai estar voando.

Os mais premiados redatores do Rio

Esta semana a Janela complementa a relação dos criadores cariocas mais premiados no XIII Prêmio Colunistas Rio, com a listagem dos 10 redatores que encabeçaram o ranking da premiação.
Para a contagem de pontos, foram considerados 10 pontos por cada GP, 6 por cada Ouro, 4 por cada Prata e 3 por cada Bronze.

 

Redatores

GP

O

P

B

Prêmios

Pontos

Marcos Silveira

1

2

3

4

10

46

Rodolfo Sampaio

1

2

2

1

6

33

Adilson Xavier

1

1

1

2

5

26

Sérgio de Paula

1

1

-

3

5

25

Antônio Mário

-

2

2

1

5

23

Alexandre Machado

-

1

1

4

6

22

 

João Bosco Franco

-

1

4

-

5

22

Ricardo Galletti

-

2

2

-

4

20

Felipe Rodrigues

-

2

1

1

4

19

 

José Guilherme Vereza

-

1

1

3

5

19

Edinaldo sofre derrame cerebral

Edinaldo de Jesus, que há duas semanas assumiu a vice-presidência de mídia da Zapt, sofreu esta semana seu segundo derrame. Os médicos já diagnosticaram a morte cerebral de Edinaldo, deixando todos desta coluna tristíssimos com a informação de que são muito remotas as suas chances de sobrevivência. Profissional de mídia da maior competência, Edinaldo foi um dos idealizadores do Grupo de Mídia do Rio de Janeiro e responsável por alguns de seus melhores momentos. E mais uma lamentável perda para o Rio.

Salles faz campanha nova para a Fenaseg

Começa a ser veiculada esta semana a nova campanha criada pela Salles Rio para a Fenaseg, a entidade se reúne as seguradoras brasileiras, alertando a população para o aumento no roubo de automóveis nos grandes centros, notadamente em São Paulo.
Com flight de dois meses, a campanha terá inicialmente anúncios de revista e jornal, entrando em televisão apenas depois da Copa, quando a televisão voltar a ter espaço para outros assuntos.

CARTAS

De Jacques Galinkin, diretor-presidente da JG Comunicação.

Prezado Marcio,
Gostaríamos de deixar registrado os nossos parabéns a toda a equipe do Prêmio Colunistas.
O XIII Prêmio Colunistas foi uma festa memorável.
Contribuiu até para a Educação: aqueles que não trouxeram seus convites, exigência impressa nos mesmos, foram obrigados a aguardar na entrada.
Todas as agências sabem que devem receber seus convidados. É obrigação normal de quem convida.
Se fosse permitida a entrada de pessoas sem convite, elas estariam ocupando cadeiras dos que cumpriram as regras do evento, ou seja, uma injustiça.
Talvez o scotch que rolava generosamente tenha incentivado um publicitário a pegar o microfone e tentar ganhar simpatia defendendo uma celebridade, que apenas esperou um pouquinho na porta até que quem o convidou aparecesse com o convite.
Jacques Galinkin

De Marcos Silveira, diretor de criação da Young-Rio.

Marcio,
Parabéns pelo sucesso da festa do Colunistas 94/Rio.
A alegria no coquetel já demonstrava o sucesso da noite. Revi muita gente amiga, fiz novas amizades e vi gente empolgada e com disposição para recolocar o mercado publicitário carioca no seu lugar de destaque. Entre estes me incluo. Para nós da Young foi particularmente uma noite histórica, já que me parece que pela primeira vez na história da propaganda carioca uma agência recebe tamanha premiação em tão pouco tempo de vida. Um aninho e poucos meses.
Marcos Silveira, este amigo que vos escreve, foi o redator mais premiado do ano.
O Hélio Rosas, também da Young Rio, foi o diretor de arte mais premiado do ano. E o segundo redator mais premiado do ano foi o nosso Rodolfo Sampaio, hoje numa agência amiga.
Além disso, é nosso, junto com a Chorus, o Grand Prix de comercial de rádio. É da Young Rio também o Melhor Conjunto de Peças Gráficas.
Somando a expressiva conquista de mais de uma década de diplomas, ocupamos - por enquanto - a segunda posição entre as mais premiadas. Isto em apenas um pouquinho mais de 1 ano de trabalho.
Pra nós, a festa não poderia ter sido melhor.
Marcos Silveira, Diretor de Criação da Young Rio, Redator mais premiado do XIII Colunistas­Rio.

Mais momentos do Colunistas-Rio

Jarbas Nogueira, Suzane Veloso e Luis Erlanger Joáo Nogueira, Genilson Gonzaga

Ao lado da presidente do júri do XIII Colunistas-Rio, Suzane Veloso, e de Luís Erlanger, editor do O Globo, Jarbas Nogueira, gerente comercial do jornal, mostra orgulhoso o diploma do Veículo do Ano conquistado pelo seu Caderno Informática TEC.

O momento de alegria de João Nogueira ao receber o título de Carioca da Gema e padrinho da Norton na entrega dos prêmios da agência é curtida pelo colunista Genilson Gonzaga, junto com os diretores da Norton e de seus clientes como o Paes Mendonça.

MKTMIX MKTMIX

x
Anúncio criado pela Giovanni para veiculação ao lado da Janela.

• PARABÉNS PRA VOCÊ - Como esta terça-feira este colunista embarca para a cobertura do Festival de Cannes, a Janela já deixa o abraço adiantado para todos os aniversariantes do mês. Dia 12: Gustavo Oliveira
(Giovanni) e José Roberto Penteado (ESPM); Dia 16: esta coluna Janela Publicitária, iniciada com Marcia Brito em 1976; Dia 18: Rogério Lelo Nahas (Artplan); Dia 19: Oscar Silvano (Artplan); Dia 20: Carlos Prósperi (Standard); Dia 21: Marcelo Silva; Dia 24: Abelardo Cid e Sani Sirotski; Dia 26: Maria Célia Salgado (Tática). Só estarei de volta no dia 2 de julho, a tempo de comemorar, no dia 4, meu próprio aniversário...
• TROCA-TROCA - O redator João Renha, que deixou a Giovanni, está agora fazendo dupla com o diretor de criação da Genesis, Hugo Santos.
• GRAMATURA - A dublê de redatora (na Artplan) e artista plástica (na vida) Vivian Hoechner, inaugurou esta quinta-feira a exposição "Gramatura", de suas mini esculturas em argila e silicone. A mostra fica até dia 30 deste mês na Rua Visconde de Pirajá, 197-A.
• COLHENDO FRUTOS - Carlos Manga Jr. meteu seu pé em São Paulo, como resposta a seu bom trabalho no Rio. É dele - com sua produtora 101 - os dois primeiros filmes da F.S&S, a filial brasileira da Saatchi & Saatchi, agência dirigida por Fábio Fernandes. O cliente é a WCR Brasil.