Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 22/JUL/1994
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

Giovanni leva Adilson Xavier para dar virada na criação

Cristina Amorim e Adilson Xavier
Cristina e Adilson, novos investimentos da Giovanni.

Antes mesmo de pararem os estouros dos fogos de artificio comemorando o Tetra, a agência carioca Giovanni & Associados começou a soltar também os seus morteiros para comemorar uma completa virada na sua estrutura. A agência acabou de levar para seus quadros uma das duplas mais premiadas da propaganda carioca: o redator Adilson Xavier e a diretora de arte Cristina Amorim, ambos cabeças de um dos núcleos de criação da agência Contemporânea.
Adilson, que começou sua vida profissional na própria Giovanni, volta com o posto de vice-presidente de criação, extinguindo-se assim o cargo de diretor de criação ocupado por Álvaro Gabriel de Almeida, que deixou a agência esta semana. Cristina fica com supervisora de criação. Segundo Mauricio Nogueira, vice-presidente de operações da Giovanni, Adilson recebeu totais poderes para tornar o produto criativo da agência "ousado".
Isto não significa que haverá muitas mudanças na equipe, garante Adilson, consciente de que foi com os profissionais atuais que a Giovanni conquistou este ano o título de Agência do Ano do Colunistas-Rio. Só em setembro, quando assumir efetivamente a função, é que ele vai definir o que fazer.
Além de implantar estas novidades na criação, a Giovanni mudará literalmente. No final de setembro ela se instala no 13° andar do Centro Empresarial de Botafogo, o mesmo prédio que hoje abriga a Standard e a W/Brasil. Ao deixar o casarão próprio que ocupou nos últimos 15 anos na Tijuca, Paulo Giovanni, presidente da agência, quer dar uma visibilidade para a agência compatível com a modernidade que pretende implantar nos seus trabalhos.

Contemporânea vai reavaliar criação

Sempre que há uma contratação de peso no mercado -- como esta de Adilson Xavier e Cristina Amorim -- dispara-se uma reação em cadeia entre as agências de propaganda que leva um bom tempo para se acomodar. Por todos os lados, começam buscas quase que infindáveis de profissionais que possam ocupar os espaços deixados aqui e ali.
Neste mesmo mês, a Contemporânea viu-se sem três de seus melhores talentos. Além dos dois recém-levados pela Giovanni, também deixou a agência o autor do único Leão brasileiro no Festival Press & Poster de Cannes, Sílvio Matos, para ser diretor de criação da D+.
O criador Mauro Matos, um dos sócios da Contemporânea (e também pai de Sílvio) comentou com esta coluna que já começou a fazer contatos com criadores não só do mercado carioca, mas de outros estados e até do exterior. Apesar disso, diz ele, ainda não está definido quantos e para que cargos serão contratados. E possível até que, dependendo do perfil do escolhido, ele seja guindado imediatamente ao posto de diretor de criação da Contemporânea, ocupando um espaço até hoje inexistente.
De qualquer forma, Mauro explica que a oportunidade vai lhe permitir reavaliar todo o formato da criação da agência e os profissionais que estão hoje nela. ''Nossa primeira opção será a de valorizar os talentos que possam estar mal aproveitados na casa", garante o diretor da Contemporânea. Depois é que saberemos quantas pessoas de fora precisaremos contratar, concluiu.

Telerj divide conta entre V&S e P&E.

A V&S deu mais uma bela tacada esta semana, reconquistando a conta publicitária da Telerj, em concorrência que lhe conferiu, para o próximo ano, uma verba em torno de US$ 6 milhões correspondente à comunicação externa da empresa.
A outra parte da conta, relativa ao chamado "endomarketing" e às matérias legais, ficou com a Pubblicità & Esquire. Mas aqui, pelo edital, a verba é mais modesta: US$ 900 mil.
Dentro de 10 dias as duas estarão assinando seus contratos.

MKTMIX MKTMIX

Marcio Ehrlich - Cartum: Tô com umas tremendas ideias...
N.R.(2015): Premonitória ou não esta charge, quatro anos depois o Brasil teve realmente uma de suas maiores delegações no Festival de Cannes.

• PARABÉNS PRA VOCÊ - A Janela se abre para dar parabéns aos próximos aniversariantes. Hoje: Mário Castellar (Norton); Dia 27: Valdir Siqueira (V&S).
• DOMANDO O LEÃO - A conta promocional e assessoria de marketing da Leão Júnior, fabricante do Matte Leão, está agora nas mãos da agência Pixel.
• FREIRA ENCLAUSURADA- O Conar suspendeu, em julgamento realizado ontem a pedido da Arquidiocese do Rio de Janeiro, o polêmico anúncio da DuLoren em que uma freira deliciosa aparece com a lingerie da empresa. Apesar de a DuLoren ter-se comprometido a retirar o anúncio de veiculação, o Conar resolveu oficializar uma punição contra o que considerou "insulto religioso".
• DA AMÉRICA PARA O MUNDO - O Integrupo Mercolatino, conglomerado de agências voltadas para o Mercosul e do qual participa Denison-Rio, vai se unir a um grupo de europeu de agências, o E3, para ampliar seu poder de fogo. A associação ocorrerá no Congresso do Integrupo, que se realiza em setembro, em Acapulco, México.
• GIANNINI FICA - A agência D+ se precipitou na divulgação para a imprensa de suas novas contratações, levando muito jornalista à situação desagradável de publicar uma informação errada. Ao contrário do release, o diretor de arte Marcelo Giannini não acompanhou seu dupla, o premiado redator Sílvio Matos, e decidiu continuar na Contemporânea, que lhe acenou com possibilidades mais concretas e imediatas de realização profissional. Mauro Matos, diretor da Contemporânea, considera Giannini um grande talento e afirmou que vai investir mais nele dentro da agência.
• FILHO DE PEIXE - A Caio está com novo atendimento: Paulo Almada, que pelo sobrenome já deu para perceber que tem antecedentes, filho do publicitário Fernando Almada.
• JINGLE CLÁSSICO - Diferentemente do que muita garotada chegou a imaginar, o "jingle" do comercial da Rider veiculado na Copa não foi escrito por nenhum publicitário. A música "Brasil Pandeiro" é do já desaparecido sambista Assis Valente e tem mais de 40 anos, tendo sido regravada, na década de 70 pelo também já desaparecido conjunto Novos Baianos.
• PRODUTORA ELEITA- A compositora Virginia Carvalho, da Vida Produções, está exultante porque, além de ter emplacado o jingle da campanha de Marcello Alencar, no Rio, venceu as concorrências para a campanha de Mário Covas, em SP, e a de Álvaro Dias, no Paraná. E ainda garante que, antes do fim do mês, terá outros governadores na sua carteira de clientes.
• EXERCÍCIO DE PACIÊNCIA - Continua na Procuradoria do Município o processo da concorrência pela conta da Prefeitura, em fase de análise do contra recurso da Pubblicità (uma das finalistas, junto com a Norton) para impugnar os recursos das agências derrotadas. Leila Castanheira, coordenadora da publicidade de César Maia, disse à Janela agora só resta mesmo esperar.
• CARTAS - As correspondências para a Janela devem ser encaminhadas para a Praia de Botafogo, 340 grupo 210, CEP 22250-040, Rio de Janeiro - RJ. O telefone, em horário comercial, é (021) 552-4141.

x
Anúncio criado pela agência Giovanni para veiculação ao lado da Janela Publicitária.