Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 09/SET/1994
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

Conrerp traz a multimídia para sua próxima eleição

Os profissionais de relações públicas do Rio de Janeiro terão uma mostra do que a multimídia pode fazer por uma eleição na próxima escolha de diretoria do Conselho Regional de Relações Públicas da 1ª Região, que se realizará no próximo dia 10 de Outubro, no Rio.
Desenvolvida pela Ebendiger Systems, a metodologia permitirá aos eleitores verem em uma tela de computador, no momento do voto, as fotos de todos os candidatos de cada chapa, acompanhadas de textos e sons sobre eles. No próprio terminal, os RPs cariocas se identificarão por senhas magnéticas que impedirão dupla votação e poderão indicar os seus votos.
Os eleitores de fora da cidade do Rio de Janeiro votarão em cédulas com códigos de barra, que serão lidas por canetas óticas que darão entrada imediata na contagem de votos.
Por este processo, explica o presidente do Conrerp, Sérgio Gramático, será possível que, instantaneamente com o final das eleições, a entidade saiba os resultados e projete-os em um telão que ficará no local de votação, a Federação das Bandeirantes do Brasil.

Marcio Ehrlich - Cartum: No ar, mais um campeão de audiência.
N.R. (2015): Os anos 90 marcaram o boom das instalações de antenas parabólicas em residências, captando programações de TV via satélite que não eram acessíveis pelos canais abertos.

Mais indicados para GP no II Produção Rio.

Este ano, pela primeira vez, um resultado dos Colunistas só será conhecido durante a própria festa da premiação: os Grandes Prêmios dos melhores profissionais de produção.
Durante o julgamento, os jurados definiram um máximo de 5 indicações para cada categoria profissional. Delas sairá o Grand Prix, cujos votos já estão nas mãos da empresa independente de auditoria Ernst & Young, para tabulação.
Esta semana, continuamos relacionando os concorrentes aos GP do II Prêmio Produção Rio.
INDICADOS DE DIREÇÃO DE ARTE
• Toni Vanzolini: Toni conseguiu ser indicado por dois trabalhos, ambos da Zohar: o comercial "Homem na TV". produzido para a Nestlé, e "Hugh Johnson", o comercial de lançamento do Ford Fiesta. São filmes com visuais diametralmente opostos. O primeiro, em P&B, cria uma situação intimista entre um casal, reproduzindo o clima do cinema da década de 40. Já o segundo remonta um carnaval carioca para americano ver, misturando desde cenas de um desfile de escola de samba a perseguições entre vielas pitorescas da cidade.
• Emily Combecau: O comercial "Não Tem Ficha", produzido pela Claquete para o lançamento do serviço de Discagem Local a Cobrar da Telerj é um paradigma do kitsch. A direção de arte de Emily manteve a unidade visual desde os detalhes como a pintura de unha da atriz até o cenário como um todo.
• Marlise Storchi: A diretora de arte teve muitas oportunidades de atuar no comercial "Fim de Semana", que a YES produziu para a nova Linha Samoa, da Alpargatas. Foi primoroso o seu trabalho, por exemplo, tanto em cenários como o de um cabeleireiro quanto de uma sala onde dois "pamonhas" assistem a um jogo de futebol pela televisão.
• Gringo Cardia: Diretor de arte do coração de muitos músicos e cantores brasileiros, Gringo assinou o videoclipe "Paratodos", produzido pela Conspiração e dirigido por José Henrique Fonseca para Chico Buarque, trazendo toda a carga de brasilidade que música pede.
INDICADOS DE MONTAGEM.
• Xocante: O filme "Futebol", produzido pela YES para a Antarctica, em plena Copa, deve muito o seu clima empolgante à montagem de Xocante, misturando cenas de arquivo com tomada precisa- definidas por seu diretor Chico Abreia. Uma indicação tranquila do júri.
• Luís Trípoli: O diretor e fotógrafo Tripoli é um profissional que atua em todas as áreas necessárias para que seus filmes tenham o resultado que ele planejou. Em "Castanhola”, produzido pela Zohar para uma ideia da Denison-Rio para Domecq, a montagem se impôs como o próprio conceito do comercial, dando a movimentação e a eletricidade que poucas músicas e danças conseguem, além da espanhola.
• Saulo Silveira e Bicudo: foram precisos dois para assinar a montagem do comercial "Grito", que a Zohar produziu para uma promoção que as pilhas Energizer realizaram na época da Copa do Mundo. Tendo como trilha uma sequência de gritos e como imagem nada mais que pessoas gritando. Saulo e Bicudo conseguiram um ritmo que resolveu as poucas opções do comercial.
• José Rubens: "Resgate-Jato", produzido pela Tec Cine Rio para o serviço de Jato da Amil, não poderia ter sido contado com uma montagem menos tensa e nervosa que a que José Rubens Hirsch imprimiu. As tomadas se sucedem na tela em um ritmo de deixar o espectador com o coração mais na boca que o paciente que está sendo transportado.
• Marcelo Moraes: Mais um profissional que o comercial "Fim de Semana", da YES para Alpargatas permitiu que se destacasse. Como em todo filme de ação, a montagem é fator crucial. E Marcelo contou com maestria a diferença de ritmo da garotada que estava se divertindo com Samoa, contra as que perdiam seu fim de semana.

GR.3 pega mais duas contas esta semana

Apesar da pouca movimentação do mercado publicitário nesta semana interrompida por um feriado, a GR.3 anunciou ontem a conquista de duas novas contas, que acrescentarão US$ 1,5 milhão ao seu faturamento no Rio.
A maior delas é a da loja de departamentos Barleys, que o grupo Dreams abrirá no próximo mês no BarraShopping, como ponta de lança de uma cadeia que o grupo pretende espalhar pelo Brasil. Nesta primeira etapa, a loja terá cerca de 1.000 m2 e a verba para promovê-la, nos próximos 12 meses, chegará, segundo a GR.3 garante, a US$ 1 milhão.
Outra conquista da agência foi a área industrial da Castrol, que investirá, em um ano, US$ 500 mil, para atingir os consumidores de maquinaria pesada e frotas de transportes.

Salles e Contemporânea levam Outdoor no Rio

"Carro. Ainda vão te roubar um", da Salles para Fenaseg
O outdoor "Carro. Ainda vão te roubar um", criado por Arnaldo Rozencwaig e Bob Gueiros, da Salles, para a campanha de Fenaseg, conquistou o diploma de Ouro do Prêmio Central de Outdoor da região Rio de Janeiro, cujo troféu foi entregue na última semana, em São Paulo. O diploma de prata foi conquistado pela Contemporânea, através de um outdoor para o Globo.
O grande prêmio de melhor do Brasil foi para os outdoors "A manga. O caroço", que a Almap/BBDO criou para os sorvetes Fruttare, da Kibon.

MKTMIX MKTMIX

• PARABÉNS PRA VOCÊ - A Janela se abre para festejar os próximos aniversariantes do mercado. Hoje, dia 9: Edilson Leitão (V&S); Dia 11: José Monserrat Filho (Ciência Hoje); Dia 12: Cristóvão Martins (McCann); Dia 13: Antônio Torres. As agências e produtoras que quiserem enviar à Janela suas listas de aniversariantes serão bem vindas. Já tem gente fazendo isso. Por que não todas?
• MAIS NA DEMAIS - A D+ contratou o redator Leonardo Schlesinger Cavalcanti (ex-DPZ e JVA) para a vaga deixada por Rynaldo Gondim. Leonardo fará dupla com Heleno Bernardi.
• CARTAS - As correspondências para a Janela devem ser enviadas para a Praia de Botafogo, 340 grupo 210, CEP 22250-040, Rio de Janeiro - RJ. O telefone, em horário comercial, é (021) 552-4141.