Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 15/DEZ/1995
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

BR entrega conta de novo para DPZ e Contemporânea

Nada muda nas duas contas da BR, a empresa responsável pelos produtos do Grupo Petrobras. A licitação da empresa escolheu novamente - na fase de proposta técnica - as agências que já vinham lhe atendendo: a DPZ para a área de óleos e lubrificantes e a Contemporânea para a área de combustíveis. A DPZ - que vale lembrar concorreu sozinha - alcançou 493 pontos na disputa do segmento A e a Contemporânea 490 no segmento B. Armando Strozenberg, presidente da Contemporânea, comemorou a conquista lembrando que isto significará uma vantagem para a BR, que, como costuma ocorrer na iniciativa privada, poderá dar continuidade no tratamento de sua marca".
A oficialização dos resultados agora depende apenas da abertura das propostas de preços, que acontecerá no próximo dia 29, às 10 horas, na sede da Petrobras, mas que, por critérios matemáticos, não deve alterar as pontuações das duas agências.
A grande surpresa do resultado foi a desqualificação das agências Denison-Rio, que havia conseguido 402 pontos, e V&S, que chegara, com 482 pontos, ao segundo lugar dos resultados. Isto surpreendeu seus próprios diretores, que acreditavam que apenas na fase de habilitação poderia haver cortes. A justificativa para a desqualificação foi o fato de a BR ter tomado conhecimento da denúncia da Receita Federal de que um dos documentos da Denison e da V&S para a concorrência do Governo do Rio de Janeiro não teria validade. Como os documentos foram os mesmos apresentados pelas agências na BR, a empresa tomou aquela atitude.
Foram ainda qualificadas no grupo B a Giovanni (478 pontos), Artplan (470), MPM/Lintas (463), Salles/DMB&B (455) e Caio (427). Por não alcançarem os 350 pontos mínimos, foram desqualificadas as agências Agnelo, Pubblicità, McCann e Propeg.

Luís Oscar Lopes reassume no Sindicato de Agências do Rio

O presidente do Sindicato de Agências de Propaganda do Rio de Janeiro, Luís Oscar Lopes, da Professa, foi reeleito para mais 3 anos à frente da entidade, encabeçando uma diretoria que ainda tem como vice-presidente Aías Lopes, da V&S; como secretário José de Mingo, da Premium; e como tesoureiro José Calazans, da Contemporânea.
O Sindicato também elegeu um novo Conselho Fiscal, cujos membros efetivos são Carlos Gonçalves (Caio), Homero Pacheco (Pubblicità) e Jorge Bittencourt (Giovanni), tendo na suplência Flávio Gomes de Mattos (Garden), Alvair Teixeira (Denison) e Ângelo Ferrari (Ferrari).

CVM quer desconto nos 20% de honorário das agências

Menos de um mês depois de o secretário de comunicação do Palácio do Planalto, embaixador Sérgio Amaral, garantir em seu acordo com as agências de propaganda durante as reuniões para normatização das concorrências publicitárias federais que não haveria desrespeito à Lei 4.680, a Comissão de Licitação da CVM ­ Comissão de Valores Mobiliários decidiu mudar a regra do jogo em sua Tomada de Preços nº 14/95 para serviços de publicidade.
Na última quarta-feira, o presidente da Comissão de Licitação da CVM, Délcio de Assis Gomes, emitiu um comunicado aos participantes da disputa informando que, para efeito de avaliação da proposta mais vantajosa, vai permitir julgamento baseado no maior desconto oferecido sobre o valor das comissões das agências. Ou seja, a agência que aceitar apenas 10% de comissão de veiculação receberá mais pontos que a que seguir a Lei 4.680, que prevê uma comissão padrão de 20%.
A atitude da Comissão se baseia numa decisão do Tribunal de Contas da União sobre questão semelhante em relação às agências de viagens. A partir dela, a CVM modificou seu Edital, que nos itens 3.2.3 e 5.1 passaram a ter a seguinte redação:
3.2.3 - Conter o preço da taxa de serviços ou de desconto (em percentual), com duas casas decimais.
5.1 - Dentre as empresas habilitadas, será considerada vencedora aquela que oferecer o menor preço da taxa de serviços ou maior taxa de desconto para o objeto licitado.
A comunicação da CVM pegou de surpresa as lideranças publicitárias brasileiras, que até o fechamento desta coluna não quiseram se manifestar antes de analisar os seus desdobramentos.

MKTMIX MKTMIX

• PARABÉNS PRA VOCÊ - A Janela se abre para comemorar os próximos aniversários do mercado: Dia 17: Márcia Braga (diretora da KMB); Dia 18: Carlos Santos Paes (diretor de RTVC da McCann) e Nádia Rebouças (diretora da Oficina); Dia 19: Álvaro Magalhães (diretor de arte da Standard) e Carlos Negreiros (diretor de arte); Dia 20: Marcos Silveira (diretor da Dr.); Dia 21: Fernan Hurel (diretor de criação da Década), Fernando Campos (diretor de criação da Casa da Criação) e Ricardo Guinsburg (diretor de criação da McCann); Dia 22: lrineu de Castro (diretor de criação da Artec) e Dia 23: Antônio Jorge Pinheiro (diretor de mídia da Oficina).
• DESENVOLVIMENTO - A Caio conquistou esta semana a conta institucional e de matéria legal do BNDES, que deverá investir, no próximo ano, algo em torno de R$ 4 milhões. Igdal Parnes, diretor de atendimento da agência, conta que para o novo cliente a Caio vai inclusive montar um grupo especial de atendimento e criação.
• MAIS UM SHOPPING - O Rio Shopping Jacarepaguá, da Construtora Compax, pertencente ao Grupo Dirija, terá sua campanha publicitária a cargo da agência carioca Unlike. Este será o primeiro shopping da região e sua inauguração está prevista para outubro de 1996.
• FATOR TURISMO - Cuidado se você receber um telefonema de uma certa Fator Turismo convidando para um coquetel. A empresa usa este artificio para fazer um esquema de vendas. A estratégia dúbia do telemarketing da empresa mereceria uma queixa em algum órgão do setor. Outro truque da Fator Turismo é deixar recado para a pessoa ligar de volta para "um assunto do seu interesse", deixando apenas telefone e o nome de uma mulher. O diretor, segundo levantamos, é um Luís Eduardo Zunder. A Janela vai ficar em cima desta empresa.
• CARTAS - Correspondências para a Janela devem ser enviadas para a Praia de Botafogo, 340 grupo 210, CEP 22250-040, telefone (021) 552-4141. Ou pela Internet, com o e-mail: ehrlich@centroin.com.br.