Voltar Imprimir Enviar p/ um Amigo

Eletrobras atrasa concorrência e fica sem agência

Anúncio criado pela Agência3 em campanha de prevenção de incêndios para a Eletrobras
EM PRIMEIRA MÃO - Se der um apagão elétrico no país, a Eletrobras não pode nem publicar um pedido de desculpas à população.

O comentário acima, de um amigo da Janela, ilustra a situação do órgão federal que, por divergências internas entre os sócios privados e o governo, não conseguiu abrir uma nova concorrência para a escolha de suas agências de publicidade -- como este site previu em outubro de 2015 (leia aqui).

Na época, a Eletrobras decidiu não renovar seus contratos com a carioca Agência3 e a baiana Leiaute, escolhidas em concorrência no final de 2012, com uma verba anual anunciada de R$ 35 milhões.

Sem a renovação por mais um ano, as duas agências dispensaram os profissionais que atendiam a conta. Passados estes meses, porém, a nova licitação não saiu. E a Eletrobras vai ter que correr com a sua burocracia interna, para poder voltar a anunciar.

ATUALIZAÇÃO EM 04/02/2015 - Segundo amigos da Janela, como a possibilidade de renovação não foi utilizada, as agências estão mexendo seus pauzinhos para tentar convencer o cliente a chamá-las novamente, em vez de ter que passar, com tanta urgência, pela trabalheira de uma nova concorrência.

(Marcio Ehrlich - 03/02/2016)

 
[ ÚltimasAnterioresGuia do MercadoSobreFale Conosco ]
 
Copyright 2017 © Todos os direitos reservados a Janela Publicitária.