- Publicidade
- Promo / Live
- Design
- Marketing Digital
- Marketing Direto
  - Assessorias de Imprensa
- Bancos de Imagens etc.
- Casting: Elenco e Modelos
- Consultorias
- Emp.de Tecnologia Digital
- Gráficas
- Gráficas Digitais
- Institutos de Pesquisa
- Materiais Promocionais
- Produtoras e Estúdios
- Outros Serviços
  - Veículos (Brasil)
- Veículos (Mundo)
- Publicações do Trade
  - Redação
- Dir.Arte e Design
- Ilustração
- Fotografia
- Web
- Outros Serviços
  - Bibliografia
- Blogs
- Calendário Promocional
- Entidades (Brasil)
- Entidades (Mundo)
- Escolas
- Leis e Textos
- Premiações
- Variedades
 
- Auto-Retrato (M.E.)
- A Janela no Twittter
- O Marcio no Twittter
. . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Voltar Imprimir Enviar p/ um Amigo

Roberto Vilhena deixa o comando da criação da Artplan

Roberto Vilhena
Perto de completar 20 anos como contratado da agência, o criativo deixou esta terça-feira, 21, a vice-presidência da Artplan.

Segundo a agência, a partir de agora, a criação deixa de ter um comando único, passando a ter as lideranças dos atuais diretores de criação. No Rio, Alessandra Saddock, Ricardinho Weitsmann e Gustavo Tirre. Em São Paulo, Zico Farina e Marcelo Fedrizzi. E em Brasília, André Sartorelli. Todos atuando independentemente.

No Linkedin de Vilhena ele registra a entrada na Artplan em setembro de 1997, mas ele já estava na agência como estagiário. Em janeiro de 2001, já foi promovido a diretor de criação associado. Em 2013, quando era Diretor Executivo de Criação, foi escolhido o Profissional de Propaganda do Ano do Prêmio Colunistas Rio. Em janeiro de 2014, passou a ocupar a vice-presidência nacional do departamento.

Coube a Vilhena montar a estrutura criativa atual da Artplan. Curiosamente, há algumas semanas, em conversa com a Janela, o redator Toninho Lima -- que, quando era diretor de criação da Artplan, foi quem deu o estágio para Vilhena começar na carreira -- afirmou que "ele foi um dos grandes construtores da marca Artplan e uma das pessoas que mais contribuiram para ela ter o prestígio que tem hoje como agência criativa".

Vilhena explicou para a Janela que precisava fechar este ciclo. "Depois de vinte anos de carreira na Artplan, eu preciso viver novas experiências". O criativo informou que já vem tendo conversas com agências de São Paulo.

(Marcio Ehrlich - 21/02/2017)


Clique para ir ao site do Colunistas

 
 
[ HomeFale Conosco | CadastroEmpregosAnterioresÚltimas ]
Copyright 2015 © Todos os direitos reservados a Janela Publicitária.