Burger King resolve encolher suas lojas para o “Mundo Covid”

Burger King Restaurant of Tomorrow

A rede Burger King anunciou na última quinta, 03/09, nos Estados Unidos, que em 2021 vai adaptar as suas lojas através do mundo ao novo “Covid World”.

O objetivo é preparar a lanchonete para possibilitar cada vez menos contato entre o público e os funcionários.

Aquela coisa de lanchonete cheia de mesas, lotada, aparentemente vai acabar. A ideia é investir cada vez mais na venda de produtos “pra levar” – ao contrário do “pra comer aqui”, inclusive incentivando pedidos pelo celular dentro da loja.

Em vez de grandes balcões para o atendimento e grandes salões, cresce a cozinha e aumentam as pistas para o usuário poder pegar seu cheeseburger e seu milkshake sem precisar sair do seu carro. É o sistema que o americano chama de “pick-up” – e o brasileiro rebatizou de “drive-thru”, e que fez sucesso nos shoppings brasileiros no Dia das Mães e no Dia dos Pais para que as pessoas pudessem comprar seus presentes pela internet, já que as lojas estavam fechadas.

O lado ruim do projeto é que, com a redução do tamanho das lojas, o Burger King espera também reduzir o número de colaboradores em sua equipe. O projeto em 3D das lojas já está no Youtube, com o nome de “Restaurante do Amanhã”.

PUBLICIDADE
[adrotate group=”1″]

Marcio Ehrlich

Marcio Ehrlich

Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seta