• Orla Rio aposta nas ações deste verão nas praias cariocas

    Orla Rio - Quiosque iFood

    Responsável por mais de 300 quiosques nos calçadões das praias do Rio de Janeiro, literalmente “do Leme ao Pontal”, a Orla Rio está iniciando uma campanha para apresentar a sua nova estrutura de apoio às ações promocionais que as agências e anunciantes já começaram a demandar para o próximo verão.

    Guilherme Borges, VP da Orla Rio
    Guilherme Borges, VP da Orla Rio

    O vice-presidente da empresa, Guilherme Borges — que tem no currículo passagens por agências como Biruta e X-Tudo, e chegou na Orla Rio em 2015 –, destaca que a empresa trouxe para sua equipe profissionais que passaram pelo mercado publicitário e de marketing promocional exatamente porque eles sabem o que fazer para facilitar a vida dos clientes. “A gente reconhece que hoje as empresas andam mais enxutas. Se a própria Orla Rio já oferece toda a infraestrutura para a realização de ações promocionais nas praias do Rio, isso acaba ajudando as empresas a viabilizarem seus projetos”, chama a atenção Borges.

    Entre estes novos profissionais estão o gerente de Planejamento Comercial Marcelo Santos e o diretor de arte Thiago Martins, responsável pelo departamento de merchandising. Os dois e seus colaboradores têm participado, junto com a criação das agências, do desenvolvimento de ideias que poderão funcionar melhor nos quiosques do Rio, aproveitando a expertise que a Orla Rio vem acumulando nesses seus – literalmente — quase 30 anos de praia.

    Orla Rio - Ação da Adidas
    No Dia do Flamenguista, a Adidas promoveu uma blitz distribuindo biscoito Globo com uma embalagem personalizada: “Jogaremos Juntos”

    A chegada do verão, lembra Guilherme Borges, torna os quiosques da Orla Rio o canal ideal para falar com os cariocas e os visitantes da cidade, que têm nas praias o seu ponto de encontro favorito.

    Orla Rio - Blitz 99
    Ação promocional da 99 no seu quiosque.

    “Hoje a gente conhece todas as tribos, todas as divisões dos frequentadores das praias do Rio, e mesmo os diferentes estilos gastronômicos dos nossos quiosques, para podermos indicar quais são os pontos ideais para cada tipo de produto”, faz questão de observar o vice-presidente da Orla Rio. E criamos diferentes formatos de ocupação dos espaços. “A praia é o local mais democrático do Rio. Ela consegue receber com excelentes resultados as ativações dos mais diferentes perfis de marcas”, complementa Borges.

    Ele explica que a maneira mais simples de um anunciante estar presente no quiosque é através de ações promocionais que falem com quem está nas próprias mesas ou mesmo chegando à praia.

    Guilherme aposta muito neste formato. “A gente já percebeu que, quando estão no quiosque, as pessoas ficam muito mais predispostas a abordagens. Elas estão lá relaxadas, longe da correria do dia-a-dia, e recebem bem os promotores quando eles trazem alguma coisa interessante”, afirma o VP da Orla Rio.

    Outra possibilidade de uso do quiosque é para a simples colocação de material publicitário. E se o anunciante quiser exibir a marca mais ainda, existem as duas opções seguintes, que envolvem o próprio patrocínio do quiosque, com o direito até de batizá-lo.

    Orla Rio - Havaianas
    A Havaianas criou uma loja conceito para vender seu produto na orla.

    “Este formato é sensacional, porque o carioca tem como hábito marcar com os amigos para se encontrarem na praia, usando os quiosques como referência. Ou seja, você pode acabar ouvindo um carioca dizer ‘a gente se vê na altura do quiosque da TIM'”, comenta Borges.

    Essa adoção dos “naming rights” do quiosque ainda permite tanto o que já fazem Ambev e iFood, de o anunciante não se envolver com a operação — e os serviços de gastronomia serem assumidos pelos operadores da Orla Rio –, como a marca transformar todo o espaço em uma loja conceito. Foi o que fizeram, em verões recentes, Havaianas e Prezunic. Aliás, este mercado chegou a criar uma verdadeira loja de conveniência para quem estivesse na praia da Barra.

    “Não há limite para quem quiser ousar. Tanto que estão nos nossos planos quiosques com outros focos de negócio, como um hub esportivo, um quiosque pet e um quiosque para bikes”, antecipou Guilherme Borges, completando: “Queremos que as marcas vejam a orla como uma verdadeira plataforma de comunicação, um ambiente ideal para realizar ações de experiência de marca, relacionamento, sampling, geração de leads, venda de produtos e muito mais.”

    50 anos de praia

    A relação da Orla Rio com as praias cariocas começou muito antes de 1991, quando a empresa foi criada e conquistou a licitação para a ocupação do espaço.

    Quiosque Jonn's
    O pioneiro Jonn’s, de João Barreto, levando cachorro-quente à orla carioca.

    João Barreto, seu fundador — e pai do atual presidente, João Marcello Barreto — foi dono dos carrinhos de cachorro quente Jonn’s, que tanto sucesso fizeram nas calçadas de Copacabana nos anos 1970.

    Depois, Barreto evoluiu seus equipamentos para trailers e, neles, a cabeça de Barreto, desde aquela época, estava aberta para o merchandising. Mesmo sem usar esse nome, ele teve a ideia de sair atrás dos fornecedores que quisessem expor lá as suas marcas. Tanto que conseguiu, aumentando a sua receita com os cartazes da Brahma expostos nos seus trailers.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    + 49 = 50

    seta