• Venda da Oi Móvel só deve afetar o mercado depois de 2021

    NBS para Oi

    Pelo menos até o final de 2021 não deverá haver alteração nem para os clientes da Oi nem para os investimentos da empresa no mercado publicitário, por conta da negociação de venda que está acontecendo da Unidade Produtiva Isolada (UPI) de mobilidade — a Oi Móvel — para o grupo formado por Claro, Tim e Vivo.

    Em conversa com a Janela, a área de comunicação da Oi esclareceu que a homologação da Justiça não significa que a venda esteja fechada, e sim que ela poderá ter continuidade. O processo ainda terá que passar pelo Cade e pela Anatel, em uma série de fases que, espera a Oi, tomarão todo o ano de 2021.

    A conta publicitária da Oi está, desde a sua fundação, com a agência NBS. E segundo o contato da Janela com a operadora, a Oi não vai parar de anunciar em 2021 para captar novos clientes para a Oi Móvel, até porque eles significam a possibilidade de venda de produtos que continuarão com a empresa.

    O foco principal da Oi, ao abrir mão da telefonia móvel, passou a ser a banda larga, através do produto Oi Fibra. Não por acaso, esse já tem sido o tema das últimas grandes campanhas da NBS noticiadas pela Janela.

    Outro investimento do grupo acionista da Oi está na InfraCo, empresa que atuará como uma rede neutra — ou seja, não ligada às outras áreas da Oi, daí nem ter o nome dela — para fornecer infraestrutura de comunicação para as demais operadoras atuantes no Brasil.

    Fonte da NBS, procurada pela Janela, garantiu que, mesmo após o surgimento da notícia de que a Oi estaria se desfazendo de algumas de suas UPIs, nenhuma alteração aconteceu no relacionamento entre as duas empresas.

    PUBLICIDADE

    PUBLICIDADETupi FM
    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    seta