• Conta da Alesp fica com CC&P e Versão Br

    Alesp - Prédio

    As agências CC&P e Versão Br foram confirmadas vencedoras da concorrência pela conta de R$ 30 milhões da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), depois de esgotados todos os recursos das demais concorrentes.

    A CC&P, comandada por Zilmar Fernandes, é a sucessora da Duda, onde a executiva era sócia do publicitário Duda Mendonça. E a Versão Br é uma agência sediada em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e que, na capa do site, que está em construção, se identifica como uma agência “especializada em marketing político e governamental”.

    A expectativa é que, ainda no primeiro trimestre de 2021 a Alesp vá para a rua com campanha voltada para prestação de contas.

    A Assembleia não tinha contrato vigente com nenhuma agência. A concorrência havia sido lançada ainda em 2019, gerando protestos dos opositores da direção da casa pelo valor envolvido. A expectativa, na época, era de que tudo se resolvesse até fevereiro de 2020. Com todos os adiamentos e recursos que ocorreram, as duas vencedoras só devem conseguir ter seus contratos assinados, na verdade, em fevereiro de 2021.

    PUBLICIDADE

    Tupi na TV.

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    5 + 1 =

    seta