• No Dia do Publicitário, leia o que é ser, hoje, um bom publicitário

    Mad Men

    Neste 1º de fevereiro, Dia do Publicitário, a Janela perguntou a nomes consagrados da profissão o que é preciso, hoje, para ser um bom publicitário.

    Leia e, se concordar ou discordar, manifeste-se nos comentários.

    Álvaro Rodrigues
    Diretor da Made Rio e Publicitário do Ano do Colunistas Rio em 2008, 2011 e 2013.
    O que é preciso? Mais do que nunca é preciso reconhecer a força que o nosso talento tem para fazer a diferença na vida de uma empresa, de uma marca, um produto ou serviço. Ser publicitário é ser bem mais que a definição da nossa atividade. Somos geradores efetivos de resultados. E isso tem muito valor.”
    Duda Moncalvo
    Diretor da Artplan Brasília e Publicitário do Ano do Colunistas Brasília 2020
    Pensar diferente. Não seguir o que todos estão falando/fazendo. Questionar. Fazer as básicas perguntas “Por que?” “Pra que” e “Como”. Entender de sociologia, antropologia e psicologia. Gastar sola de sapato (estar onde o target está). Não ter medo de questionar o cliente. Mais senioridade.
    Glaucio Binder
    Presidente da Binder e Publicitário do Ano do Colunistas Rio 2006, 2011 e 2015
    O publicitário sempre precisou ser um cara obcecado por informação.  Isto não mudou. Mas agora, além de informação, o publicitário precisa ser up date sobre plataformas e ferramentas digitais.
    Gustavo Bastos
    Diretor de criação da 11:21 e Publicitário do Ano pela ADVB em 2005
    O bom publicitário é antes de tudo um apaixonado pela vida. Ele tem iniciativa, não espera o briefing, não desiste fácil de uma boa ideia, transforma os duros momentos em que vivemos em ideias criativas, tem humor, é rápido, pensa em mídia sem amarras ou preconceitos. Abraça a diversidade de pessoas e de ideias. A propaganda está precisando muito de bons publicitários. É preciso amar a profissão como nunca e trabalhar duro como sempre.
    José Augusto Nigro
    VP Executivo da Calia/Y2
    Para ser um bom publicitário nos tempos atuais é imprescindível ser um estrategista de negócios, dos clientes e de sua agência!
    Marcio Borges
    Diretor geral da WMcCann Rio e Publicitário do Ano do Colunistas Rio 2018
    Antigamente, o publicitário era muito baseado na intuição. Hoje, a característica de um bom publicitário é que ele seja totalmente inspirado por dados, ou seja, que ele tenha uma capacidade analítica, mas para que, com isso, gere uma resposta essencialmente humana. Além disso, tem quatro características que considero fundamentais. O publicitário tem que ser uma pessoa por natureza curiosa, muito antenada nas tendências culturais, nos anseios das pessoas e na sociedade como um todo, tem que ser conectado, entendendo das últimas tecnologias, e, nunca esquecendo disso, focado em resultados.
    Mario D’Andrea
    Presidente da Abap e Publicitário do Ano do Colunistas Paraná 2002 e 2006
    É preciso ser apaixonado por gente. É preciso entender as emoções, os medos e os sonhos das pessoas. É preciso acordar todos os dias pensando em mais.  Mais riquezas para as empresas, mais empregos para os brasileiros e mais informação para o consumidor.
    Otaviano Pereira
    VP Executivo da Nova/SB
    Pra ser um bom publicitário é essencial ser bom profissional em tudo. É preciso ser criativo e lógico ao mesmo tempo, em todas as áreas. E trabalhar duro pra entregar resultados concretos aos clientes.
    Paulo Castro
    Diretor geral da Agência3 e Publicitário do Ano do Colunistas Rio 2019
    Hoje, cada vez mais ser um bom Publicitário significa saber ouvir. Ouvir seus clientes, ouvir a sua equipe, ouvir seus parceiros. Ouvir bem para entender os desafios, para agir com rapidez, para inovar sempre e transformar quantos vezes for preciso. Na era dos dados, tudo muda muito rápido. E não adianta só acompanhar. Hoje isso não basta. É preciso estar à frente das mudanças para entregar criatividade e resultados sempre. Afinal, essa sempre tem que ser a nossa essência.
    Rodrigo Medina
    Diretor da Artplan e presidente da Abap Rio
    Em um mercado em que as novas tendências e tecnologias chegam primeiro, como é o caso do publicitário, ser antenado e conectado é essencial. Antenado nas transformações e atualização não só da própria expertise, mas também das outras áreas da própria agência. Antenado no mercado nacional e internacional, benchmarks. Antenado no negócio dos clientes, a fim de gerar resultado e, principalmente, no comportamento dos consumidores, que são as peças-chave principais para fazer essa grande e importante roda criativa e econômica girar.
    Sidney Campos
    CEO da Fields e Publicitário do Ano do Colunistas Brasília 2006
    Para ser um bom publicitário hoje, você precisa ir além da publicidade, precisa entender não apenas negócio do seu cliente e mais ser o estrategista dele de tal forma que o cliente final sinta que você é o a ponte entre eles.
    Vitor Barros
    CEO da Propeg e Publicitário do Ano do Colunistas Norte Nordeste 2019
    Um bom publicitário hoje em dia precisa ser inconformado para não aceitar ficar parado. Curioso para aprender o novo e criativo para se manter relevante.

    PUBLICIDADE

    PUBLICIDADETupi FM
    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    Discussão

    1. Plinio Guimarães

      MINHA OPINIÃO, OU MELHOR: OPLINIÃO

      O segredo do sucesso dos Publicitários neste novo milênio, está contido na simplicidade, objetividade e sensibilidade com que forem estabelecidas as alianças e parcerias comerciais, alicerçado no trabalho integrado com seus clientes, compreendendo a cultura e valores dos proprietários, acionistas e/ou da alta gerência, principalmente se neste processo forem reconhecidos os talentos individuais exercidos com Determinação, Ética e Vontade, porém: com muita Criatividade, Sensibilidade e Inteligência Emocional. Não existem pacotes prontos, mas sim e apenas a constante busca na construção de soluções eficazes e sob medida para cada cliente, com suas exigências e necessidades específicas. A minha definição simples e objetiva é: “Absoluto é o Mercado”, somente.

    2. LUIZ AUGUSTO VIEIRA

      É ser inquieto, atento, desperto.
      É fazer todas as perguntas.
      É nunca perder o entusiasmo.
      É ser pertinente, surpreendente e criativo.
      É ser original, provocativo e corajoso.
      É nunca desistir de perseguir as melhores idéias.
      É ser o melhor que você pode ser.

    3. Victor

      Cumprindo o papel do que acredito ser um “bom publicitário” percebo que 100% das opiniões acima são masculinas e isso, por si só, nos cega em relação a outros aspectos indispensáveis para que o profissional de hoje seja completo. Seria ótimo termos também o olhar feminino sobre essa questão =)

    seta