• Procura-se presidente para o Sindicato de Agências do Rio

    Procura-se Presidente

    Se você é dono de agência no Rio e sempre sonhou em ser presidente de uma entidade do mercado, esta pode ser a sua chance. O Sindicato das Agências de Publicidade do Rio (Sinapro-RJ) está há nove meses procurando um novo líder, para suceder a Rodrigo Amado, cujo mandato terminou em julho de 2020 e, até agora, está tendo que ser renovado em caráter emergencial pela falta de alternativa. Até porque Amado está precisando passar o cargo à frente, como revelou à Janela, já que está na diretoria da entidade desde 2017, quando entrou fazendo parte da chapa de Duda Moncalvo.

    Claro que não basta ao candidato querer aparecer. É importante também desejar fazer alguma coisa pelo mercado carioca de publicidade, que tem no Sinapro-RJ o órgão com amparo legal para, não só participar das negociações salariais, como para se posicionar em diversas questões em que as agências de publicidade possam estar sendo prejudicadas.

    Por exemplo, tem sido o Sinapro-DF, de Brasília, o responsável por diversas impugnações de concorrências públicas cujos editais continham cláusulas que poderiam deixar as agências em desvantagem na prestação do serviço ou em condições desiguais de disputa. Com o Sinapro assinando os processos, as agências evitam o enfrentamento com órgãos que pretendem atender.

    O Sindicato das Agências também é o local para tirar dúvidas jurídicas sobre o negócio da propaganda. A entidade no Rio, por exemplo, tem a assessoria de um dos maiores especialistas no assunto, o Dr. João Luiz Faria Netto. É ele quem lamenta que “a maioria das empresas despreza os sindicatos mas se beneficia dele”. Faria Netto chama a atenção de que o sindicato empresarial é fundamental para “cuidar da atividade econômica, exigir concorrência legal e equilibrar as relaçoes capital-trabalho”.

    Sem dúvida, ao retirar a obrigatoriedade de pagamento da contribuição sindical, as entidades perderam muito em receita. De qualquer forma, o Sindicato das Agências do Rio tem a vantagem de contar com uma sede própria, adquirida nos tempos em que Aías Lopes estava à frente do órgão. Hoje, além da assessoria de Faria Netto, o Sinapro-RJ tem na secretaria Delaine Figueira, já com 25 anos de casa, e que conhece todos os meandros para ajudar na atuação de quem se dispor a presidir a entidade.

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Rodrigo Amado assume a presidência do Sinapro-RJ (em 23/07/2019)

    PUBLICIDADE

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    seta