• Conar recomenda que Unilever altere sua nova campanha de OMO

    Mullen Lowe para Unilever/Omo - O Poder de Somos

    A Unilever terá que alterar sua campanha “O Poder do Somos”, do sabão Omo, lançada em junho de 2020. A decisão foi da 1ª Câmara do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), em acordão definido na quinta-feira, 05/08, a partir de uma denúncia da Química Amparo, fabricante do concorrente Tixan Ypê.

    Segundo a Amparo, quando a Unilever diz que “Somos biodegradáveis, somos recicláveis – Omo é diferente para fazer um mundo diferente”, ela poderia induzir os consumidores ao engano, já que o que é apresentado como diferencial também existe nos demais produtos da categoria.

    Em seu protesto, a Amparo acusou a Unilever de cometer o “pecado da irrelevância”, considerando que apresenta seus produtos como inovadores quando eles “não trazem nenhuma característica nova”.

    Durante as reuniões de conciliação, a Unilever até aceitou incluir um lettering nas suas peças, direcionando o consumidor ao site do “Poder de Somos“. mas a fabricante do Tixan Ypê não concordou.

    Pela decisão do Conar, a Unilever deverá parar de afirmar que Omo é “imbatível” quanto ao cuidado com o meio ambiente. Nenhum problema em afirmar que o produto é um excelente tira-manchas, mas apenas informando que também cuida do meio-ambiente.

    As campanhas de Omo também deverão evitar a informação simplificada de que “Somos Biodegradáveis”. Aqui vale uma curiosidade: como o Conar não está aqui para criar para a Unilever, a 1ª Câmara não facilitou a vida da MullenLowe, agência responsável pelos comerciais. Na sua decisão, o Conar dá como exemplo que a campanha cite algo como “Somos elementos/ingredientes/componentes biodegradáveis”. A Janela acha que a MullenLowe não vai aceitar a sugestão.

    Finalmente, as peças publicitárias da campanha “O Poder do Somos” deverão direcionar o consumidor para o site do Somos, onde estarão detalhadas todas as ações de sustentabilidade da marca.

    PUBLICIDADE

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    56 − 55 =

    seta