• Binder, Calia e Propeg lideram a concorrência da Caixa

    Caixa

    EM PRIMEIRA MÃO – As agências Binder, Calia e Propeg ficaram com os primeiros lugares na pontuação da fase técnica da concorrência pela conta da Caixa Econômica Federal. O resultado foi divulgado esta sexta-feira, 03/09, em Brasília.

    Como a Caixa, em seu edital, diz que poderá aceitar de duas a três agências, se não der nada errado com a fase de preços e de habilitação de documentos, a Binder e a Calia já estariam garantidas.

    Agora, será questão de o marketing do banco decidir se coloca também a Propeg no grupo. Uma situação curiosa, considerando que atualmente a Propeg é uma das que atendem a Caixa, juntamente com a Artplan e a Nova/SB.

    A verba em questão é de R$ 374 milhões e o histórico está na página de licitações da Caixa.

    Os resultados

    Na tabela abaixo, “Inv.1” se refere ao Invólucro 1, com a proposta criativa. E o “Inv.3” pontua a Capacidade de Atendimento.

    # Agência Conceito Inv.1 Inv.3 Final
    Binder Caixa, tudo que você precisa, mais do que você imagina 59,8 33,6 93,4
    Calia Essa é a minha Caixa. Qual é a sua?  64,2 28,7 92,9
    Propeg Você tá com a Caixa toda 58,1 34,4 92,5
    Nova/SB Tá na caixa, tá com tudo. 53,1 34,1 87,2
    Fields Descubra a Caixa que você já tem 52,4 27,5 79,9
    Lua Caixa com você na sua próxima conquista 55,2 24,6 79,8
    Artplan Vem do seu jeito, vem com a Caixa 41,8 34,4 76,2
    Agência Um  Tá movimentado, tá na caixa. 47,1 25,3 72,4
    Nacional Cliente Caixa tem tudo com as melhores taxas 45,8 21,9 67,7
    10º Cálix Tá na Caixa, tá em casa. 21,5 25 46,5

    Apenas as quatro primeiras foram consideradas classificadas, por terem alcançado a pontuação mínima de 80 pontos.

    ATUALIZAÇÃO EM 06/09/2021

    Como a Janela publicou os resultados da fase técnica assim que foram divulgados, deixamos de citar que, de forma pouco usual nas concorrências de governo, a Caixa adiantou o processo e já abriu as propostas de preço e os documentos de habilitação no mesmo dia.

    A novidade é que nesta, a Caixa quis definir 13,5% como honorários de veiculação, menos que os 15% imaginados pelas vencedoras. As três até tentaram fixar em 14%, mas a Caixa  jogou duro e, naturalmente, as agências declararam que aceitariam o percentual menor.

    Abertas também as pastas com a documentação, as três foram consideradas aprovadas. Apenas o representante da Nova/SB, Oscar Kita, se manifestou apontando que a Binder havia apresentado apenas um atestado de cliente, o do Governo do Distrito Federal (GDF) com valor de R$ 123 milhões. Como a conta é dividida por três agências, apontou Kita, na divisão o número não seria o mesmo. Lorena Pinto, representando a Binder, fez questão de confirmar que o valor comprova ser maior do que o exigido pelo edital.

    A sessão finalmente encerrou-se às 17:46h, com Binder, Calia e Propeg sendo consideradas vencedoras. Aguarda-se agora apenas a publicação dos resultados em Diário Oficial, para que possa começar a correr o prazo para a apresentação de recursos das agências insatisfeitas com o resultado.

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Caixa lança edital para selecionar de 2 a 3 agências de publicidade (em 10/05/2021)

    10 agências vêm pra Caixa disputar a conta de R$ 374 mi (em 14/07/2021)

    PUBLICIDADE

    PUBLICIDADETupi FM
    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    seta