• Rio nega recurso e confirma Propeg, E3, Nacional e Nova/SB

    Palácio Guanabara: Foto Marcelo Horn

    A Comissão de Licitação da concorrência pela conta publicitária do Governo do Estado do Rio negou provimento ao recurso da agência Calia — o único apresentado na fase técnica da disputa — e manteve os resultados conferidos pela subcomissão que avaliou as propostas e colocou à frente as agências Propeg, E3, Nacional e Nova/SB para as quatro vagas abertas.

    A Calia, quinta colocada, havia solicitado a desclassificação da E3, por considerar que ela desrespeitou o edital, extrapolando a verba referencial prevista. E ainda pediu que suas notas em vários itens fossem aumentadas. A agência havia ficado 1,7 pontos abaixo da Nova/SB, quarta colocada com 87,7 pontos.

    A Secretaria da Casa Civil, responsável pela licitação, deve convocar agora as agências para a fase de abertura das propostas de preço e, posteriormente, dos documentos de habilitação. Estas fases muito raramente alteram o posicionamento alcançado pelas agências na primeira parte do processo.

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Propeg lidera disputa pela publicidade do Governo do Rio (em 05/10/2021)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    seta