• “Isso a Band mostra”, adotada pela emissora na F1, vira meme

    Isso a Band Mostra. #issoabandmostra

    Virou sucesso popular a frase “Isso a Band mostra”, adotada pela emissora em março deste ano, quando começou a transmitir a temporada 2021 de Fórmula 1. A ponto de espectadores, por conta própria, terem aparecido no último fim de semana no autódromo de Interlagos, durante a prova paulista, com camisetas exibindo o slogan. Uma busca no Instagram retornou mais de 700 postagens usando a hashtag #issoabandmostra pelo público.

    A Janela foi atrás e descobriu que a criação da frase foi do próprio Sérgio Maurício, narrador das transmissões da Band, que nos contou como tudo surgiu: “Como a Band, desde o começou, nos deu muito espaço para fazer tudo, numa reunião eu falei, ué, se a Globo não mostra, a Band mostra. Daí tive a ideia de usar ‘isso só a Band mostra’. Mas depois achei melhor tirar o ‘só’ porque me pareceu um pouco pesado, e simplifiquei para o ‘isso a Band mostra'”.

    Sérgio Maurício
    Sérgio Maurício, o criador do “Isso a Band mostra”.

    Sérgio Maurício nega que o objetivo tenha sido alfinetar a Globo, como alguns sites publicaram à época. “Trabalhei 29 anos lá. Sou muito grato ao Grupo Globo de Comunicação”, garantiu, mas admitindo que a frase, naturalmente, acabou funcionando como uma gozação com seu antigo empregador.

    O narrador ainda chama a atenção de ter percebido o potencial da frase como bordão. “Eu gosto muito de bordões. Adoro humor. Sou um bem humorado de plantão. E acho que eles humanizam, aproximam”, disse o também inventor do “no capricho”. Tanto que a história de chamar Lewis Hamilton de “patrão” apareceu até no site da Mercedes. Nessa linha, nas narrações de Maurício, Verstappen virou “Big Max”, George Russell o “Jorjão da Massa”, e o monegasco Charles Leclerc passou a ser “Monegato”.

    Para o jornalista, falar uma linguagem popular se tornou ainda mais importante na transmissão da F1 por ela ser uma categoria muito técnica, diferentemente do futebol, que tem suas regras já no inconsciente do espectador brasileiro. “Eu aprendi, como locutor esportivo, que as transmissões sempre pegam o espectador em um momento de relaxamento, em casa, num fim de semana, com a família, tomando uma cerveja. Então, eu procuro me colocar na sala como se estivesse ali junto”, conta Sérgio Maurício, complementando: “Isso ajuda muito. Acho até que ajudou tanto, que a gente passou a Globo este fim de semana!”

    Isso a Globo não mostra

    A frase “Isso a Globo não mostra” surgiu como crítica de espectadores insatisfeitos, acusando a emissora de ser tendenciosa e não exibir matérias que não estivessem dentro de seus interesses políticos. O curioso é que acabou sendo usada tanto por ativistas de esquerda quanto de direita.

    A própria Globo soube dar a volta por cima das críticas, quando brincou com a frase, transformando-a no título de um quadro humorístico do Fantástico, exibido em duas temporadas, em 2019 e 2020. Os esquetes tiveram a participação de Marcelo Adnet, narrando textos de diversos autores, sob supervisão de Marcius Melhem e Daniela Ocampo.

    PUBLICIDADESBT Rio
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    *

    code

    Discussão

    1. Marcia

      Povinho idiota.
      Cuidado.
      Vocês nadaram muito para chegar nesse lugar.
      Mas…, Vocês podem naufragar.

    seta