• WMcCann foi a agência que mais veiculou no Brasil em 2021

    André França e Hugo Rodrigues - WMcCann

    Segundo o ranking Cenp-Meios, divulgado esta quinta, 07/04, a McCann-Erickson Publicidade Ltda. (WMcCann) foi a agência que mais autorizou mídia paga no ano de 2021 para seus clientes.

    Coordenado pelo Fórum da Autorregulação do Mercado Publicitário (Cenp), o levantamento é feito a partir dos dados mensais fornecidos pelas agências que têm aceito participar, sem qualquer indicação do anunciante que realizou o investimento ou para qual veículo foi dirigido.

    A listagem completa, publicada no site do Cenp, tem mais de 200 agências, mas muitas das linhas aparecem em branco, já que as respectivas empresas não autorizaram a publicação. O que, como a Janela já apontou em anos anteriores, deixa a listagem sujeita a críticas. Como a própria entidade registra, houve agências que se recusaram a assinar o Termo de Adesão e Compromisso, tendo sido, assim, retiradas da listagem.

    A Janela reproduz a seguir as 20 primeiras posições, que citam também em que situação as empresas estiveram na listagem referente às veiculações no ano de 2020.

    Vale notar que, neste Top 20, apenas Artplan e Propeg não têm sua matriz em São Paulo. De qualquer modo, ambas as agências não se restringem a seus mercados originais, atuando também no Rio, São Paulo e em Brasília, pelo menos.

    POSIÇÃO 2021 POSIÇÃO 2020 RAZÃO SOCIAL UF
    1 1 WMcCann SP
    2 12 Publicis Brasil SP
    3 2 Africa DDB SP
    4 6 Almap BBDO SP
    5 3 DPZ&T SP
    6 13 BETC Havas SP
    7 4 VMLY&R SP
    8 9 Artplan RJ
    9 7 Wunderman Thompson SP
    10 5 Leo Burnett Tailor Made SP
    11 8 Ogilvy & Mather Brasil SP
    12 Blinks Essence (Midia 123) SP
    13 10 Lew’Lara\Tbwa SP
    14 11 Talent Marcel SP
    15 14 Mullen Lowe Brasil SP
    16 18 Propeg BA
    17 Suno SP
    18 24 CP+B SP
    19 16 David SP
    20 17 Nova/SB SP
    PUBLICIDADETupi FM e NovaBrasil FM
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta