• Momentum e Propeg estão na liderança da briga pela conta de São Paulo

    Prefeitura de São Paulo

    A conta publicitária da Prefeitura de São Paulo está próxima de ir para as agências Momentum e Propeg, as duas primeiras colocadas na fase técnica da disputa. A Momentum — que aparece na ata como MWorks, por sua razão social — somou 89,65 em sua proposta, enquanto a Propeg ficou com 80,98 pontos.

    Elas superaram as outras Nacional (71,99), Lua (66,66), Calia (62,32), Artplan (58,66), Nova/SB (58,65), DeBrito (57,32), Octopus (53,31), Puxe (52,32), Idem (46,66) e CIN (43,55).

    Com esses resultados, as agências Idem e CIN, não tendo chegado a 50 pontos, foram consideradas desclassificadas.

    A surpresa nos resultados é que a Momentum é conhecida como uma agência de marketing promocional. Aliás, uma das mais premiadas do país, principalmente pelos tempos em que se uniu à Sight na Sight-Momentum. Mas os tempos mudaram e na concorrência de publicidade ela conseguiu superar outras 11 empresas.

    A verba em jogo é de R$ 160 milhões.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADETupi FM e NovaBrasil FM

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Prefeitura de São Paulo tem 12 agências na disputa pela conta de R$ 160 milhões (em 18/11/2021)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta