• Petrobras aprova os documentos da Ogilvy e da Propeg, que já podem assinar contratos

    Petrobras - Sede - Noturna

    Na concorrência menos transparente de toda a sua história — sem dar acesso público além de aos concorrentes –, a Petrobras oficializou esta semana as agências Ogilvy e Propeg como vencedoras da sua conta publicitária, estimada, pelo edital, em R$ 375 milhões para os próximos dois anos e meio.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    As duas agências, que estão encabeçando o processo desde a fase de propostas criativas, tiveram também sua documentação habilitada, aguardando agora apenas o prazo de cinco dias — que se inicia em 15/07 e se encerra em 21/07 — para eventuais recursos, antes que possam ter seus contratos assinados com a petroleira.

    Das demais agências que participaram da concorrência, batizada de “Oportunidade 7003756373”, apenas a DPZ&T — que hoje ainda tem a conta da empresa — se classificou, na terceira posição.

    Artplan, Heads, Binder e Nacional, por não terem alcançado a nota mínima — todas abaixo de 85 pontos — foram consideradas desclassificadas.

    E a Nova/SB sequer teve sua avaliação divulgada, por ter sido eliminada após a subcomissão técnica identificar seu envelope apócrifo.

    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE
    PUBLICIDADE

    LEIA TAMBÉM NA JANELA

    Ogilvy e Propeg saem na frente pela conta da Petrobras (em 30/05/2022)

    Marcio Ehrlich

    Jornalista, publicitário e ator eventual. Escreve sobre publicidade desde 15 de julho de 1977, com passagens por jornais, revistas, rádios e tvs como Tribuna da Imprensa, O Globo, Última Hora, Jornal do Commercio, Monitor Mercantil, Rádio JB, Rádio Tupi FM, TV S e TV E.

    Envie um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    *

    code

    seta