Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 02/MAR/1979
Marcia Brito & Marcio Ehrlich

 

Janela Publicitária
Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Tribuna da Imprensa.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

O sonho acabou...
(mas alguns ainda não notaram)
João Daniel Tikhomiroff

Muito se discutiu e discute sobre a necessidade de uma concepção cada vez mais brasileira na temática do filme publicitário. Muita coisa já se fez a partir da etapa criativa. De repente começou-se a descobrir que não somos um povo apenas lourinho de olhos verde e nem vivemos num clima de "fog" londrino.
Por outro lado, agências pressionadas pelos clientes começaram a sentir a necessidade de "abrasileirar" também os custos de produção a essa altura, bastante "salgados" pelo esquemas hollywoodianos, pelas grandes equipes, pelos cenários suntuosos. A princípio, vários esquemas foram adotados pelas agências para tentar conseguir “custos adequados” sem abrir mão dos “elefantes brancos" e dos "camelos prateados".
Esses esquemas sempre convergiam para a empresa produtora, que era forçada a assumir todos os riscos e prejuízos, sem que isso representasse uma adequação real dos custos à realidade brasileira.
Este impasse começou a ser solucionado em duas etapas, de um lado a criação das agências procurando as grandes ideias ao invés das "ideias grandes", de outro lado realizadores começando a usar mais e melhor seus talentos na busca de soluções menos caras e que não implicassem perda de qualidade.
É claro que esse processo não é tão simples, digo isso com tranquilidade, pois, como diretor de filmes e produtor, enfrentei e enfrento este problema passando a ter muito mais trabalho. Assim, por exemplo, ao invés do cenário desenhado e construído especialmente para mim com as medidas que imaginei, com o vitrô da cor que gosto, com a escada "art-noveau" começando exatamente a 62cm do aparador renascentista, tive que orientar e participar da busca de uma locação que melhor adequasse à ideia (abrindo mão de certas "frescuras").
Em alguns casos a locação escolhida dificultava a iluminação ou o movimento da câmera, era preciso imaginar novas angulações, novas marcações de cena, dava muito mais trabalho, porém no fim geralmente ficava melhor, mais real e mais bonito. Atenção: detesto soluções "quebra-galho" e não estou pregando política de preços baixos e também irreais. Falo de soluções criativas na realização que não impliquem absolutamente em qualquer perda de qualidade, pelo contrário, minha luta é no sentido de valorizar o talento, dispensar o supérfluo e aprimorar cada vez mais o nível de produção realização. Os resultados estão aí e não me deixam mentir. É preciso não confundir vedetismo com talento, nem lantejoulas com criatividade, pois na hora da verdade as plumas caem e só prevalece a competência, o realismo e a seriedade profissional.
É evidente que alguns outros produtores estão neste mesmo caminho, porque o sonho realmente acabou.

Pedrosa prometeu e está cumprindo

Carlos Pedrosa
Carlos Pedrosa contemplando o futuro do Clube

O Clube de Criação do Rio de Janeiro fará sua próxima reunião no dia 5 de março. A novidade é que este encontro será já na nova sede do Clube, na Ataulfo de Paiva, 135, sala 1405, no Leblon.
A importância da sede para o moral do CCRI é indiscutível. Nas últimas eleições, ambas as chapas garantiram ter a sede como meta prioritária. Além de servir de elemento agregador, evitando que as reuniões dos sócios continuassem a ser em salas emprestadas de agências, cada semana num lugar, a sede ainda possibilita o clube oferecer cursos e outras atividades.
Mas já está tudo acertado e, no dia 15 deste mês, será a grande festa de inauguração da nova sede. Neste dia. Carlos Pedrosa e a diretoria do Clube estarão recebendo os amigos com coquetel de apresentação do projeto ambiental criado por Carlos Martins, da Caio.

Ceras Johnson volta para o Rio

A conta da Cia. Ceras Johnson, que estava sendo atendida pela Thompson de São Paulo voltou para a Thompson do Rio ficou com sete produtos (Gran Prix, Carnan, Bravo, Protector, Pride – que é uma goma de passar roupas -- Blem e Forza), além do projeto para lançamento de dois novos produtos.

Os empresários da propaganda se encontram no Caiçaras

Paulo Roberto LavrillePaulo Roberto Lavrille de Carvalho (foto), presidente da ABP, confirmou para o dia 12 de março, às 20h30min, no Clube Calçaras, a festa de entrega dos prêmios aos Destaques do ano da ABP.
O jantar que a ABP realiza anualmente em homenagem aos profissionais da Propaganda Carioca que se destacaram durante o ano, é considerado um dos eventos mais tradicionais do mercado publicitário. Todo ano, publicitários de todo o país vêm até o Rio para participar do festejo. Ano passado, por exemplo, apesar das reclamações, estavam presentes os maiores nomes de nossa propaganda. Neste ano, como de costume, todos voltarão a reclamar do local, do bufê, da premiação, mas não deixarão de comparecer ao evento. Aliás, acho que todos devem comparecer e dar o maior apoio para a ABP, pois o Rio de Janeiro é um mercado extremamente promissor e está precisando de muitos encontros como este que possibilitem maior entrosamento entre seus empresários e profissionais do setor.
Os convites para a festa estão a venda na própria ABP. Os interessados devem ligar para a Dona Leila que dará maiores Informações pelos telefones: 223-6244 e 223-8660.

ABP também promove curso

Terá início no próximo dia 12, o 28º Curso Básico de Técnica de Publicidade promovido pela Associação Brasileira de Propaganda. O curso será realizado no auditório da Sul América, sob a coordenação do Prof. Manuel Vasconcelos, e terá 2 meses de duração com três aulas por semana. Roberto Duailibi, Pedro Galvão, Alex Periscinoto, Celso Japiassu, José Alberto da Fonseca, Eugênia Nussinkis entre outros profissionais de altíssimo nível de competência serão os professores deste curso. Os interessados deverão fazer suas inscrições com dona Leila, secretária da ABP, e procurar mais informações através dos telefones: 223-6244 e 223-8660. Podemos adiantar que o preço do curso será de 4 mil cruzeirinhos.

Seleção da Janela.

Novamente por motivos carnavalescos, fomos obrigados a acumular a Seleção da Janela desta semana para realizá-la em outra oportunidade.

Cartas

Meu caro Márcio:
Como você não pôde vir ao cocktail ontem, tá ai o material que seus colegas receberam.
Um forte abraço.
Sérgio Leal de Carvalho Guerreiro - Lage, Stabel & Guerreiro Publicidade - SP - 22-02-79.

Dados oficiais - 1978
I - Faturamento
I.1. Total 1978: Cr$ 176 milhões
I.2. Comparado com 1977 (Cr$ 68 milhões): aumento de 159%
I.3. 1º semestre: Cr$ 51 milhões (29%)
I.4. 2º semestre: Cr$ 125 milhões (71 %)
I.5. Composição do faturamento: 39% novos negócios 61 % crescimento dos clientes existentes
I.6. Faturamento por Média;
TV - 40 %
Revistas - 33,9 %
Jornal - 19,9 %
Rádio - 3,4 %
Out-door - 2,8 %
         100 %
1.7. Receita bruta: Cr$ 36.9 milhões (21% do faturamento)
1.8. Previsão para 1979: Cr$ 330 milhões (aumento de 87,5 %)
II
II.1. Escritórios: 1
II. Funcionários; 56 pessoas
II.3. Modificações:
- Reestrutura do Departamento de Média, incluindo a contratação de Flávio Lopes (ex­Denison, McCann, Salles) como gerente, e Sylvio Costa como coordenador de Média, além da implantação de um Programa de Otimização de Média com simulação de Alternativas em Computador.
- Reestrutura do setor de Serviço a clientes, com a contratação de
Ernani Moreira Jorge Jr. (ex-Standard, Cosi, Jarbas & Serginho, JWT) como supervisor geral de Atendimento, além de 2 executivo de contas.
- Reforço do Depto. de Criação, com a contratação de Cristina Silva (ex-Cosi, Jarbas & Sergino) como Diretora de Arte e mais 2 redatores, além da volta de Wagner Fornel
- Reestrutura da área Administrativa, com a contratação de Jair Marques dos Santos como gerente-administrativo e financeiro da agência.
- Reforma da sede, com ampliação de áreas úteis • melhoria das condições ambientais.
III • Movimentação de contas:
III.1. Passamos a atender durante o ano:
- GTE Sylvania
- Christian Dior, Paris
- Kadron
- Mirabel
- Sony
- Bayer - Baygon
- Bayer - Defensivos agrícolas
III.2. Deixamos de atender
- BASF - tyropor
- Mirabel
III.3. Número de contas atendidas: 22
(O maior cliente da agência representa menos de 20% do faturamento total da agência)

Brainstorming • Brainstorming • Brainstorming

Leila Astridi Raso (ex­IBGE, Lintas, Standard) acaba de ser contratada pela Gang, para integrar o setor de pesquisa e informações do departamento do mídia.
• • •
Ângelo Migliari se desligou da Leo Burnett e foi para a Standard do Rio. O Ângelo atendia a Marlboro e agora assume a supervisão de contas para a Souza Cruz.
• • •
A JVS contratou Benedito Teixeira, o Bené (ex­Denison), para coordenador de mídia da agência. E a JVS está com uma nova programação visual que, em breve, estará aparecendo em todos os seus formulário e autorizações.
• • •
A revista Conjuntura Econômica de março (que sai em abril) vai publicar na íntegra o polêmico trabalho "Subsídios Governamentais e a expansão da base monetária". O estudo foi escrito por economista da Fundação Getúlio Vargas a pedido de Otávio Gouveia de Bulhões, presidente do Instituto Brasileiro de Economia. O fechamento publicitário para esta edição era até o dia 9 de março e os fotolito deverão ser entregue até o dia 16.
• • •
No próximo dia 6, às 10 horas, na Escola Superior de Propaganda e Marketing, Francisco José Toledo do Grupo Santista, fará uma palestra sobre "Merchandising na televisão" para o Grupo de Mídia do Rio de Janeiro.
• • •
Maria Elizabeth Pinto é a nova Relações Públicas da Rádio Jovem Pan no Rio.
• • •
A Sitral - Rio mudou sua sede para a Av. N.S. de Copacabana, 664 - Galeria Menescal - Bloco A, 6º andar. Os telefones continuam sendo 256-2755 e 256-5274. A Sitral agora tem telex (código 02123473 JBAR BR) para atender melhor e mais eficientemente a seus clientes.
• • •
Neste domingo, o programa Fantástico, da Rede Globo vai apresentar suas novas aberturas e vinhetas. Segundo informações, haverá modificações no esquema de apresentação, com revezamento dos locutores e no jornalismo musicais.
• • •
Celso César de Castro é o novo diretor nacional de comercialização da TV Bandeirantes de SP. E Décio de Moura Vomero, assumiu a gerência comercial.
• • •
Edição de março da revista Propaganda tem como matéria de capa uma grande entrevista com Said Farhat, apresentando o plano de trabalho da Secretaria de Comunicação Social nestes próximos 5 anos. E por falar em Revista Propaganda, lembramos que a Pulga Produções está encarregada da venda de assinaturas da Propaganda e da Marketing. Os interessados podem ligar para a Pulga (226-0638) que imediatamente mandará um de seus contatos para fechar o negócio.
• • •
Archimedes Storelli Jr., (ex-planejador de mídia da McCann) é o novo gerente comercial da TV Silvio Santos, em S. Paulo.
• • •
A Editora QD, responsável pelas revistas Química e Derivados e Plásticos e Embalagem vai publicar o primeiro Guia da Embalagem. A edição vai circular em março, por ocasião da 8ª Fiepag - Feira Internacional de Embalagem, Papel e Artes Gráficas, que será realizada no Parque Anhembi, em São Paulo, de 16 a 25 de março.
• • •
João Dória Junior deixou a direção de divulgação da Divisão de Comunicações da Rede Bandeirantes, do Rio. Aliás, não sei o que está acontecendo com a Bandeirantes, pois ninguém tem esquentado cadeira ultimamente em qualquer um dos seus vários setores. A gente que não está acostumado com isso, estranha!
• • •
A Premium Propaganda está precisando de um assistente de mídia. Os interessados podem ligar para a Premium: 283-9777, 224-1406.
• • •
JVS conquistou a conta da Dimpus, empresa que atua na área de confecção e comercialização de roupas.
• • •
Revista do Domingo vai publicar uma edição especial toda dedicada à Moda Inverno no próximo dia 19 de abril. A edição está sendo preparada por Iesa Rodrigues, cuja pauta básica inclui a roupa romântica, a motociclista, a estrela sexy, a esportiva e a clássica. Além dos anúncios normais em cores ou P&B, a Revista de Domingo poderá preparar também reportagens produzidas por sua própria editoria de modas. As consultas para as reportagens pagas devem ser feitas até 6 de março. Os anúncios normais até o dia 20.
• • •
Conforme noticiamos na semana passada, o Clube de Criação do Rio e o Centro da Mulher Brasileira vai realizar no próximo dia 9, às 20 horas, no Centro Cultural Cândido Mendes, de Ipanema, uma palestra abordando o tema "A Mulher como Objeto Sexual na Propaganda". Após a apresentação do trabalho da artista experimental Ligia Pape, todos os presentes poderão debater sobre o assunto. Entrada franca.
• • •
O dia 21 será a inauguração da exposição de Fernando Lisboa, na EUCATEXPO, na Avenida Princesa Isabel, em Copacabana. Esta exposição marcará o início de uma série de debates sobre ilustração, que o CCRJ irá promover durante este ano.
• • •
Os colunistas Armando Ferrentini, Marcio Ehrlich, Jomar Pereira da Silva, Eloy Simões, Carlos Alenquer, Roberto Simões, José Cláudio Maluf, Carlos Verçosa, Francisco Alberto Madia de Souza, Silvia Dias, Fernando Vasconcelos e Francisco Ribeiro estão reunidos em São Paulo desde ontem, para julgar as peças que estão concorrendo aos prêmios do Prêmio Colunistas. Possivelmente no próximo domingo os resultados já sejam publicados nas páginas de Asteriscos, no Diário Popular de SP.
• • •
Esta coluna fecha às quintas-feiras e é publicada às sextas. Qualquer correspondência ou comunicado pode ser feito para a Rua Barão de Itambi, 7/605. Ou pelo telefone 286-4876. O mesmo recado serve para a coluna "Janela do Rio" do Diário Popular de SP.

CCRJ para a campanha pela nacionalização do Cartaz de Cinema
Este anúncio do CCRJ foi publicado na página da Janela como colaboração da Tribuna da Imprensa.