Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 21/JUN/1996
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

Wagner Solano se junta à D+ que muda nome pra D+W

O diretor de criação da Norton de São Paulo, Wagner Solano, acaba de deixar a empresa para se associar a Marcelo Gorodicht num novo projeto de agência a D+W, que já este mês passa a funcionar simultaneamente no Rio de Janeiro e em São Paulo.
De acordo com Gorodicht, neste primeiro ano o escritório da D+W deve talvez até superar os resultados de faturamento previstos para o Rio de Janeiro, permitindo à agência dobrar literalmente de tamanho em 1996.

Marcello Alencar atrasa e prejudica agências do Rio

Já chegam à faixa dos R$ 5 milhões os débitos totais do Governo Marcello Alencar com as agências de propaganda que venceram a sua concorrência no final de 1995.
O resultado é que, mesmo sem os diretores de algumas destas agências de porte pequeno e médio admitirem, o atraso começa a afetar a rentabilidade das mesmas.
Na Cult, por exemplo, esta semana, Arnaldo Cardoso foi obrigado a fazer diversos cortes de pessoal, dispensando inclusive um de seus melhores profissionais (está na lista dos 10 mais premiados do último Colunistas-Rio): o diretor de arte Adhemar Campos.
Outra agência que, comenta o mercado, vem resistindo bravamente é a Década de Pedro Nonato, que tem nos últimos meses procurado soluções para retomar o crescimento esperado com a conquista daquela conta. Pra correr atrás da iniciativa privada, a Década incorporou esta semana à sua equipe o redator Toni Lourenço, que vinha atuando praticamente sozinho desde o curto-circuito na sua relação com a agência Luz, para onde havia ido após fechar sua agência Urbana.

Adilson Xavier é o novo sócio da agência Giovanni no Rio

Marcio Ehrlich, Maurício Nogueira, Paulo Giovanni e Adilson XavierPaulo Giovanni não quer mais deixar Adilson Xavier sair de sua agência, como aconteceu há alguns anos quando, para firmar seu nome no mercado, Adilson aceitou a proposta da Contemporânea para entrar em sua criação.
Dois anos depois de Adilson voltar a Giovanni e ajudá-la a se transformar por dois anos seguidos na mais premiada agência carioca, ele se torna seu mais novo sócio, dividindo a participação com o próprio Giovanni, com Mauricio Nogueira e com Henri Carlos Gonçalves, o conhecido Carlos "Duvidamos que alguém venda mais barato" Henrique.
Na foto, um registro do momento em que a Giovanni comemorava o título de Agência do Ano do último Colunistas-Rio: este jornalista, que entregou o prêmio a Maurício Nogueira, Paulo Giovanni e Adilson Xavier, que já estava como sócio da agência, mas não contava pra ninguém.

Janela, da França para o Rio, pelas ondas da Internet

Não posso dizer que eu seja um novato em tecnologia, depois de já ter sido inclusive editor de publicações de informática.
Mas não posso deixar de confessar minha admiração por estar vivendo esta revolução da Internet na pele. Como alguns leitores sabem, estou em Paris a caminho de Cannes, para cobrir o Festival de Publicidade da SAWA.
Nos anos anteriores, sempre que eu precisei passar matéria ou escrever para o Brasil, tanto a trabalho quanto para as pessoas queridas, o jeito era usar o fax, pagando as caríssimas taxas de ligações internacionais estipuladas pela Embratel.
Desta vez, antes de vir, pesquisei na Internet provedores franceses que pudessem me alugar um acesso por apenas um mês.
Entrei em contato com dezenas deles pela Internet - sem interurbano - selecionei o melhor, me cadastrei e desta vez, estou aqui, me comunicando com todo mundo no Brasil via Internet, por e­mail, pagando uma ligação local de Paris. Estou me sentindo o próprio Júlio Falcão.
A experiência de acessar a Internet através de um provedor de fora do Brasil está sendo fantástica. O gargalo só acontece quando procuro alguma conexão FTP com sites no Brasil. A Embratel não ajuda e alguns deles demoram demais a serem encontrados.
Seja como for, não dá pra duvidar. Em pouco tempo, quem não souber aproveitar da Internet vai estar ultrapassado.

Abap-Rio coloca na Internet noticiário do Brasil em Cannes

Se tudo der certo -- quer dizer, se a Embratel não atrapalhar --, o mundo inteiro vai poder acompanhar na próxima semana, diariamente, pela Internet o noticiário do Festival de Cannes.
A Abap-Rio fechou um acordo com a Editora Referência e estará colocando no ar, diretamente de Cannes, e dentro do site Abap-Rio Link, a home-page CPM em Cannes, com as notícias em português do Festival. O endereço para acesso é http://www.abap rio.com.br/cpm.htm.

Festa do Colunistas-Rio: créditos a quem merece

Armando Ferrentini, Mônica Morel, Marcio Ehrlich e Isabela GattiNum mercado dificil de agradar - pouca gente tem o nível de exigência dos publicitários - a festa do último Colunistas-Rio, dia 11 no Hotel Intercontinental, conseguiu reunir mais opiniões positivas que negativas. A festa, na verdade, foi um trabalho coletivo de um bocado de gente que merece ser citada. A começar pela própria Agência do Ano, a Giovanni, que mais uma vez compareceu para ajudar, enfeitando a piscina e a entrada da festa com suas bolas coloridas. E ainda distribuindo ao final seu já tradicional e esperado chocolate. Aliás, há quem pergunte preocupado, se a agência manterá a promoção mesmo nos anos em que não for eleita a Agência do Ano!
O belíssimo cenário da festa foi criado pela diretora de arte e cenógrafa Emily Combecau, a mesma que conquistou, este ano, o Grand Prix de Cenografia do Prêmio Produção Rio, para um trabalho da TecCine. Convidada a se integrar à equipe da festa, ela aceitou e mostrou mais uma vez seu talento.
Outro destaque da festa foi para a LG Comunicação, responsável tanto pelo áudio visual do evento quanto por sua transmissão simultânea ao vivo e pela direção técnica de som e luz, entregue nas mãos de seu diretor Dadado. A LG é hoje uma das boas alternativas neste mercado tão carente de empresas de áudio visual.
E não poderia faltar o crédito à equipe da Dinâmica. A responsável pela coordenação, Mônica Morel, e a responsável pela produção, Isabela Gatti, deram um show de organização e competência, permitindo que a festa, a despeito de ter mais de 40 entregas de Prêmios, fluísse num ótimo timing, deixando a cerimônia encerrar até mais cedo que em outras oportunidades.
Na foto, o presidente da Abracomp, Armando Ferrentini, brinda o sucesso da Colunistas-Rio com Mônica Morel, este jornalista e com Isabela Gatti, da Dinâmica.

MKTMIX MKTMIX

Aroldo Araujo sobre o Dia do Mídia: São Mídia
Anúncio da agência Aroldo Araujo publicado na edição impressa.

• Parabéns pra Você - A Janela se abre para parabenizar os próximos aniversariantes do mercado: Dia 21: Marcelo Silva (Gerente de Marketing da Ernst & Young); Dia 24: Abelardo Cid (Atendimento), Sani Sirotsky (ex-SGB); Dia 26: Maria Célia Salgado (diretora de arte da Tática); Dia 28: Amaury Albuquerque (Diretor de Operações da Cláudio Carvalho Propeg), Arnaldo Cardoso Pres (Diretor Presidente da Cult).
• Jovem Fantasma - O diretor de arte da Contemporânea, José Luiz foi cortado da delegação da promoção Young Creatives, que trará a Cannes alguns jovens profissionais que foram escolhidos em concurso na última semana. José Luiz havia sido o único carioca selecionado, mas após a divulgação dos resultados houve denúncia de outros concorrentes cariocas de que ele não atendia ao requisito do concurso de os escolhidos terem menos de 28 anos. Quando verificou que o diretor de arte efetivamente havia adulterado esta informação na sua ficha de inscrição, a comissão convocou outro profissional para o lugar dele.
Apesar de criticável, dá pra entender a tentativa. Num festival que não desestimula a participação de comerciais fantasmas, por que considerar sagradas as outras regras?
• Cartas - Correspondências para a Janela devem ser encaminhadas até quinta-feira para a Praia de Botafogo, 340 grupo 210, ou pelo telefone (021) 552-4141. Ou ainda vai Internet, para o e-mail [email protected]

Cartas

Da diretoria da Casa da Criação:

Caro Marcio,
Pena que só uma vez por ano a gente se dá conta que o nosso mercado vai bem obrigado.
Parabéns pela festa.
Noel de Simone Jr., Marcos Calvi e Fernando Campos.