Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 01/NOV/1996
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

Suassuna quer que Abap ouça as agências de todo o Brasil

Jonas SuassunaO presidente do capítulo carioca da Abap-Associação Brasileira de Agências de Propaganda, Jonas Suassuna, está encaminhando à diretoria nacional da entidade uma proposta para federalizá-la e mudar sua sede legal de São Paulo para Brasília. Ao mesmo tempo, quer Jonas, seria criado o capítulo regional Abap-São Paulo, para reunir exclusivamente as agências sediadas naquele estado.
Jonas defende que as agências do Rio de Janeiro e dos demais mercados brasileiros tenham o mesmo peso nas votações das decisões da Abap nacional, ao contrário do que ocorre atualmente. Pelos estatutos em vigor, os capítulos são meras representações regionais da entidade, com pouca autonomia. Isto porque as agências não são filiadas diretamente à regional da Abap e sim à entidade nacional. O resultado disso, protesta o presidente da Abap-Rio, é que, estando sediada em São Paulo, a entidade nacional praticamente segue os ditames apenas das agências paulistas que compõem a maioria do seu colegiado.
A proposta de Suassuna, que está sendo redigida pelo advogado Siqueira Castro, surgiu como reação à mudança de estatutos sugerida pela Abap nacional, na qual foi incluída uma cláusula considerada pelo presidente da Abap-Rio como censura. Por ela, os diretores dos capítulos regionais passariam a estar impedidos de fazer qualquer declaração pública sobre assuntos da propaganda que tivessem abrangência nacional. A Abap-Rio, por exemplo, não poderia mais se manifestar, como tem feito, contra os contratos firmados entre a Petrobras e suas agências, utilizando taxas de remuneração de valores considerados pela entidade como inferiores aos previstos pela lei 4.680.
Jonas lembra que "é inaceitável que alguns empresários paulistas de propaganda decidam o futuro de toda a propaganda brasileira sem levar em consideração as opiniões dos publicitários do Rio de Janeiro e de outros estados, onde também estão agências e anunciantes de importância nacional".
Na última semana, a Abap-Rio convocou uma reunião com suas associadas e obteve delas a aprovação para não aceitar os novos estatutos da Abap nacional conforme estão redigidos e fazer a proposta da federalização da associação.
Para a próxima terça-feira, inclusive, Jonas Suassuna já está convocando as agências cariocas para um novo encontro, que contará também com a presença de Petrônio Correa. O ex-diretor da MPM está atualmente como diretor extraordinário da Abap nacional, com a função de costurar acordos entre agências e anunciantes para estabelecer uma interpretação comum do texto da lei e até modificações para o futuro. Na reunião, Correa apresentará aos empresários cariocas da propaganda as propostas que já surgiram até o momento e ouvirá as reivindicações do mercado.

Propeg fica em primeiro na disputa da Eletrobrás

A conta da Eletrobrás deve ir para a Propeg, agência que obteve a maior pontuação na avaliação técnica da licitação aberta pelo órgão. A Propeg conseguiu 447,17 pontos enquanto a segunda colocada, a DPZ, ficou com 425,33 pontos. A Eletrobrás classificou ainda mais duas agências: a Caio, com 358,50 pontos e a Salles, com 355,1.
No próximo dia 11 de novembro, a estatal abre as propostas de preço. Neste momento, caso DPZ, Caio ou Salles apresentem valores ou taxas inferiores às da Propeg, esta será obrigada a reduzir também a sua proposta ou abrir mão da conta.

MKTMIX MKTMIX

Professa: Mudamos Sem Sair do Lugar
Anúncio veiculado pela Professa no Monitor Mercantil, ao lado da Janela Publicitária.

• PARABÉNS PRA VOCÊ - A Janela se abre para comemorar os próximos aniversários do mercado: Dia 01: José Calazans (Dir. Financeiro da Contemporânea); Dia 02: Elysio Pires, Paula Lagrotta (Pubblicità); Dia 05: Geraldo Alonso Filho (Presidente da Publicis Norton), Miguel Barros (Diretor da Chris Colombo); Dia 06: Charles Gianni (Diretor Criação da Communicare); Dia 07: Alberto Pecegueiro (Diretor da Globosat).
• GRANDE VIRADA - A Cult contratou Ana Tereza Salles, ex-Salles/DMB&B, como diretora de grupo para um novo cliente que acaba de entrar na agência e seu diretor presidente, Arnaldo Pires Cardoso, garante que será uma das maiores verbas do Rio de Janeiro e no mínimo duplicará o faturamento da agência em 1997. A empresa, cujo nome Arnaldo ainda quer manter sigilo, lançará um produto do mercado financeiro destinado ao publico de massa.
• CASA NOVA - Carlos Campana é o novo diretor de atendimento da Caio. Campana havia deixado a V&S no final de setembro, quando a agência deixou de atender a Rio 2004, cujo grupo dirigia. Na verdade, Campana já havia trabalhando com a Caio, só que como cliente, quando estava na Reynolds.
• REFRESCANDO O RIO ­ Segundo a Cadbury Schweppes, o Rio de Janeiro é o melhor mercado de consumo no Brasil para refrigerantes. Por isso a empresa decidiu lançar primeiro aqui seus dois novos refrigerantes mundiais: Citrus e Apple. Este é fabricado à base de suco de maçã verde e aquele a partir de uma mistura de frutas cítricas: laranja, maçã e grapefruit. A campanha de lançamento, da FCB, entrou no ar esta semana em TV e terá veiculação até o final de novembro.
• QUEM QUER R$ 10 MIL? - Este é o prêmio para quem ganhar o concurso pela criação da logomarca do Mercosul. Quem está promovendo é a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, que tem o regulamento do concurso pelo telefone (061) 223-3914. O prazo de entrega do material é dia 14 de Novembro próximo.
• MENOS BALAS PERDIDAS - A Pubblicità & Esquire lança em novembro para o Viva Rio a campanha "Desarme", que também deverá ser veiculada em outros estados. Se bem que o Rio é quem mais precisa. Esses casos de balas perdidas não ajudam em nada a campanha da Rio 2004...
• CARTAS - Correspondências para a Janela devem ser enviadas até 4ª feira para a Praia de Botafogo, 340 grupo 210, CEP 22250-040, Rio - RJ. Ou por e­ mail para [email protected] A Janela também tem a sua versão on-line, encontrada em web.cip.com.br/ehrlich/janela.htm.