Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 31/OUT/1997
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

Abap aprova mudanças de estatutos que estabelecem federalização

Dentro de três meses, a Associação Brasileira das Agências de Propaganda, Abap, não será mais do jeito que sempre foi. Em Assembleia Geral realizada esta quinta-feira e que contou com a presença de 300 publicitários, durante o 3° Encontro Brasileiro de Agências de Propaganda, Ebap, foi finalmente aprovada a federalização da entidade, que está em pauta antes mesmo da posse do novo presidente Flávio Corrêa no primeiro semestre deste ano. Ou seja, a Abap muda a sua sede nacional para Brasília, enquanto São Paulo, onde estava esta sede, ganha um novo capítulo. Dessa forma, passam a ter a mesma importância dentro das decisões nacionais da Abap as agências de todos os estados brasileiros.
Outra mudança importante nos novos Estatutos da Abap - e que ainda estava em discussão até o fechamento desta coluna - é no peso relativo de votos das agências associadas. Até hoje, as agências com maior faturamento chegavam a ter, cada uma, o peso de 14 votos, o que levava a que, em bloco, um grupo de grandes agências conseguisse vencer qualquer votação na entidade. Na nova realidade, as maiores agências passam a ter no máximo 6 votos, diminuindo sensivelmente a distância entre as empresas de maior e menor porte.
Mas o novo Estatuto também aborda mudanças curiosas, como a alteração no nome da entidade para Associação Brasileira de Agências de Publicidade. O objetivo, segundo o presidente da Abap, Flávio Corrêa, é evitar a confusão que ocorre em inglês entre Advertising - a publicidade conforme entendemos - e Propaganda, entendida lá fora como atividade de divulgação de ideias notadamente políticas. Um dos comentários que circulou no encontro, inclusive, foi que o presidente do AAAA - American Association of Advertising Agencias, Burch Drake, presente ao Ebap, chegou a se assustar quando recebeu o convite para participar do encontro, ao ler que a entidade patrocinadora era de Agências de Propaganda.

Bahiense abre sua própria agência e desiste de seguir com a Esquire

Roberto Bahiense
Roberto Bahiense 
O publicitário Roberto Bahiense já decidiu o nome de sua nova agência de propaganda: Roberto Bahiense Comunicações, com o qual inclusive nesta quinta-feira assinou o contrato de locação da empresa no 11º andar do mesmo prédio da Av Rio Branco, 14 onde funciona a Associação Brasileira de Propaganda, ABP, entidade que ele preside há 3 anos.
A mudança, diz Bahiense, é resultado de um sonho antigo, prorrogado apenas porque há nove meses ele estava envolvido em tentar recuperar a Pubblicità & Esquire da crise por que passou, ela que havia adquirido a Esquire na época em que Bahiense e Clementino Fraga Neto eram seus sócios.
A Roberto Bahiense Comunicações, diz seu diretor, começa a operar em novembro com 20 funcionários e algumas contas que ele leva da antiga agência, das quais a principal é a construtora Servenco. Mas ele garante que, apoiado por um grupo financeiro (cujo nome não quis revelar) que está entrando como seu sócio investindo em torno de R$ 500 mil na empresa, o que lhe dará respaldo para um forte trabalho de prospecção, a perspectiva de faturamento da nova agência para 1998 será de pelo menos R$ 10 milhões.
Bahiense ainda não definiu todos os nomes de sua equipe, mas, de acordo com fontes da Janela, a diretora de criação da agência deve ser Bia Penteado, ex DM9, Almap e Giovanni.

Conde assume comando geral do escritório carioca da Propeg

O redator Ronaldo Conde é o novo vice-presidente de operações da Propeg-CS no Rio, ocupando o cargo deixado por Mário Murta, falecido no início de outubro.
Ronaldo traz a experiência de já ter ocupado cargo semelhante no escritório carioca da Almap/BBDO. Segundo Otto Vidal, diretor nacional da Propeg, por ser carioca, Ronaldo tem a vantagem de conhecer bem o mercado e ser bem aceito pelos profissionais e clientes locais, o que não aconteceria se a agência indicasse um publicitário de outro estado para assumir o comando do escritório.
Quando Ronaldo Conde assumir no cargo, neste início de novembro, também estará iniciando na agência o redator José Guilherme Vereza, que comandava a criação da V&S quando Conde estava naquela agência.

Luiz Oscar renuncia e Aías assume Sindicato das Agências do Rio

Sai Lopes e entra Lopes na presidência do Sindicato das Agências de Propaganda do Rio de Janeiro. Depois de uma série de reuniões de teor não totalmente esclarecidos com diretores da entidade, Luiz Oscar Lopes enviou esta semana a sua carta de renúncia, alegando motivos pessoais para deixar o cargo que ocupava desde 1993. Ele deixa também a função de Novos Negócios que estava exercendo na agência Cláudio Carvalho.
Na quarta-feira, atendendo a uma convocação da diretoria remanescente, o Sindicato das Agências do Rio realizou uma Assembleia Geral Extraordinária, na qual se decidiu seguir os Estatutos promovendo o vice-presidente Aías Lopes (Cult) à presidência, mantendo-se, porém, nos mesmos cargos, o diretor secretário José de Mingo (Premium) e o diretor tesoureiro José Calazans (Contemporânea).
Ao mesmo tempo, foi aprovada a contratação da empresa de auditoria Trevisan para analisar as contas dos últimos anos do Sindicato. Aías disse à Janela que isto permitirá à entidade mudar algumas sistemáticas na sua administração das contas, que estavam sujeitas a falhas.
Cláudio Carvalho, diretor da agência em que estava Luiz Oscar, lamentou a saída, mas explicou que o profissional, que entrou na empresa há menos de dois meses, ainda não havia produzido resultados que afetem os números da agência.

MKTMIX MKTMIX

• PARABÉNS PRA VOCÊ - A Janela se abre para comemorar os próximos aniversários do mercado:
Dia 31, sexta: Haroldo Cazes (Diretor de Criação da GCO/Promag);
Dia 01, sábado: José Calazans (V.P. de Administração e Finanças da Contemporânea);
Dia 02, domingo: Elysio Pires (Diretor de Operações da Thenard Set), Paula Lagrotta;
Dia 05, quarta: Geraldo Alonso Filho (Dir. Presidente da Publicis Norton), Miguel Barros (Diretor da Chris Colombo), Nélson Varon Cadena (Colunista do jornal A Tarde);
Dia 06, quinta: Charles Gianni (Diretor de Criação da Communicare);
• CHEGA DE CAMISETAS - Que tempos terríveis são esses que estamos vivendo de falta de imaginação dos clientes na produção de brindes, que só conseguem distribuir camisetas e mais camisetas? É dificil a semana em que a coluna não receba uma. O problema, convenhamos, é que a maioria de quem só tem verba para fazer uma camiseta para dar de brinde, não entrega sua criação a alguém que entenda que camiseta é roupa e acha que é anúncio de classificados. Será que realmente alguém imagina que o diretor de qualquer empresa vá vestir uma camiseta cheia de texto e chamadas promocionais, sem um mínimo de charme ou design? Pelo amor de Deus gente, abram o catálogo de brindes Free Shop e tentem ideias novas!
• ROCKET MAN - Álvaro Rodrigues é o novo redator da Giovanni, depois de passar 5 meses na Doctor. O rapaz está em carreira meteórica. Antes de ir para a Doctor havia acabado de ser promovido a supervisor de criação da Zapt. Sobre a saída do criador, Sérgio de Paula, diretor da Doctor, declarou à Janela que, "assim como a agência deu a mesma oportunidade a Álvaro Rodrigues e Tico Moraes ganharem visibilidade com a exposição de um trabalho extremamente criativo, procuraremos no mercado mais uma dupla que, com certeza, já estará recebendo propostas de outras agências".
• CARTAS - A Janela Publicitária é publicada todas as sextas-feiras. Correspondências para a coluna devem ser enviadas para a Praia de Botafogo, 340 grupo 210, CEP 22250-040, Rio - RJ. Ou para o e-mail [email protected]