Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 

Janela Publicitária - Edição de 30/JUN/2000
Marcio Ehrlich

 

Esta edição da Janela Publicitária foi publicada originalmente no jornal Monitor Mercantil.
O seu conteúdo foi escaneado e transcrito para ficar à disposição de consultas pela internet.

Brasil volta a ter Agência do Ano em Cannes com Almap/BBDO

Repetindo o feito da DM9DDB nos últimos dois anos, a brasileira Almap/BBDO consagrou-se a Agência do Ano do 47º Festival de Cannes por ter somado a maior pontuação entre todas as agências concorrentes este ano em Cannes. Nos dois lugares seguintes ficaram as agências americanas Wieden & Keneddy e Fallon McElligott.
A pontuação da Almap/BBDO beneficiou-se , assim como já havia acontecido com a DM9DDB (que este ano não se inscreveu em Cannes), da grande quantidade de Leões conquistados na premiação de Press&Poster – foram 6 prêmios -, que se somaram aos 2 obtidos no Media Lions e ao Leão de Prata de Filmes. Segundo a contagem oficial, o Grand Prix vale 10 pontos, enquanto cada Leão de Ouro vale 7 pontos, cada Prata vale 5 e cada Bronze vale 3.

Marcelo Serpa culpa produção pobre por baixos prêmios da América do Sul

Durante a coletiva de imprensa, questionado por um jornalista pelas razões de o Brasil e a Argentina terem obtidos resultados tão baixos no festival, Marcelo Serpa lamentou que, a despeito de contar com uma boa criação, os países latino-americanos estejam com um nível de produção sensivelmente inferior em filmes do que têm apresentado na área de mídia impressa. "Latin America is lacking production", disse ele aos jornalistas presentes. Segundo Serpa, diretor da agência Almap/BBDO, que conquistou apenas um Leão de Prata em filme, esta é uma área que temos que aperfeiçoar se quisermos voltar a ter bons resultados em Cannes.

Rodolfo Sampaio e Guilherme Jahara curtiram o sabor do ouro em Cannes

Entre as muitas oportunidades em que já senti falta de ter uma câmara de vídeo nas mãos, um deles com certeza foi quando participei, na semana passada, do momento em que Rodolfo Sampaio e Guilherme Jahara souberam que a sua campanha "Selos" havia ganho o Leão de Ouro do Festival de Press&Poster em Cannes, o primeiro ouro de uma agência do Rio de Janeiro na premiação. A reação dos dois – por quase 15 minutos – merecia ser filmada: enquanto Rodolfo não conseguia dizer uma palavra com o rosto vermelho e um sorriso que ia de orelha a orelha, Jahara, como que sem acreditar, mantinha a mão na boca repetindo sem parar: : [email protected]*&%*! Ouro! [email protected]*&%*! Ouro!"
Dois dias depois, passada inclusive a emoção de subir ao palco do Palais du Festival para ser aplaudidos por publicitários vindos de todas as partes do mundo, já era possível conversar com os dois, para saber deles que o ouro realmente fora uma grande surpresa. "Tínhamos a expectativa de sair de Cannes com alguma coisa para esta campanha, mas o ouro não é um prêmio que você possa prever", comentou com a Janela Rodolfo Sampaio, respaldado pelo excelente desempenho que "Selos", vem tendo durante a sua carreira, a começar pelo Ouro no Colunistas Rio e Grand Prix de Anúncio do Ano no Colunistas Brasil de 1999. Depois, já vieram prêmios como um Bronze no Anuário do CCSP e um Max Award, o prêmio interno da D’Arcy como o melhor trabalho da América Latina no último ano.
Guilherme Jahara conta que mandou para Cannes apenas 9 das 15 peças que já foram produzidas para esta campanha institucional dos Correios que começou apenas com o pedido de uma única peça para o lançamento de um selo. O cliente gostou tanto do trabalho que logo em seguida encomendou outras peças e desde então, a cada mês, um dos selos lançados pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ganha o status de protagonizar uma peça da campanha. Definido o selo, o diretor de arte Jahara mergulha em centenas de slides de bancos de imagens – principalmente os da Opção Brasil – para escolher qual pode se integrar melhor com a imagem do selo. Se não encontrar o que a dupla pretende, como já aconteceu duas ou três vezes, parte-se para a produção da foto desejada.
Mesmo com o gosto do ouro de Cannes na boca, Rodolfo e Jahara garantem que continuam cheio de gás para prosseguir na linha adotada para a campanha. Afinal, ainda há muitos prêmios de publicidade para competir. Apesar de Rodolfo Sampaio, com seu conhecido jeito irreverente, não perdoar.
-"Foi muito legal ganhar os outros prêmios, mas eles me desculpem: ouro em Cannes é f*!

100% lança site VipTrade com campanha de TV e mídia impressa

O novo site VipTrade da corretora Ágora está sendo lançado pela 100% Propaganda com campanha de páginas duplas em revistas, outdoor e televisão, que começa a ser veiculada nos mercados de Rio e São Paulo na segunda quinzena de junho, tendo como apelo central o diferencial da taxa de corretagem fixa por operação de apenas 20 Reais. O comercial de televisão, de 30", mostra um apresentador em um cenário moderno e minimalista, todo branco, onde se destaca um computador de última geração. O apresentador, de máquina de calcular na mão, faz as contas: "Na VipTrade, sua corretora de valores na Internet, se você operar mil Reais vai pagar de taxa 20 Reais. Agora de operar dez mil Reais, a taxa é de ... 20 Reais. Já se a operação for de 432 mil, 397 Reais, aí é mais complicado". Depois de alguns complicados cálculos na HP o inconformado apresentador sentencia: "20 Reais".
Os anúncios também tem a taxa única como personagem principal, em títulos com "20 Reais estão valendo uma nota", "Desde Walt Disney n<o se ganha tanto dinheiro com um Mouse", "Temos uma boa notícia e uma má notícia. A boa notícia é pra você: nossa taxa é fixa. A má notícia é pra concorrência: nossa taxa é fixa" e "Primeiro veio a Internet paga. Depois a Internet grátis. Apresentamos a Internet com lucro".
A criação da campanha é de Gustavo Bastos e Fábio Augusto com atendimento de Pedro Nonato e aprovação de Marcelo Amorim e Paulo Levy.

Humberto Fernandes aproveita Young Creative ao máximo

Humberto FernandesUm dos grandes novos talentos da publicidade carioca, o diretor de arte Humberto Fernandes fez este ano a sua estréia no festival de Cannes numa condição privilegiada: a de Young Creative, um jovem profissional que ganhou o direito de integrar a comitiva do festival por ter seu conjunto de trabalhos escolhido entre o de outros com menos de 29 anos. Único carioca no grupo, ele teve sua presença garantida pelo patrocínio da produtora Academia de Filmes.
Humberto não deixou escapar um momento do Festival, valorizando a oportunidade, a ponto de dizer que a presença em Cannes com certeza deixará uma influência forte na sua carreira. "Vou me cobrar cada vez mais porque quero voltar aqui no próximo ano com materiais meus ainda mais fortes", adiantou ele para a Janela.
Na opinião do criativo, a presença em Cannes é muito valiosa para um publicitário, razão pela qual ele aproveita para incentivar outras empresas a patrocinarem cotas do Young Creatives no próximo ano: "O Rio precisa mandar mais criadores para Cannes", acredita Humberto.
Como dica a quem for pela primeira vez, ele recomenda que se "abra os sentidos". E explica:
-"Cannes é a grande oportunidade que temos de ver inúmeras formas diferentes de dizer uma mesma idéia que pode até já ter passado pela nossa cabeça. Por isso, quem vier aqui disposto a captar todos os detalhes do que assistir, com certeza vai lucrar muito".

MKTMIX

* PARABÉNS PRA VOCÊ - A Janela se abre para comemorar os próximos aniversários do mercado:
30/06, Sexta-feira: Romeu Loures, Sérgio Pavan, Paulo Henrique de Almeida (Coordenador de Mídia da Elan Garden);
01/07, Sábado: João Galhardo Jr. (Diretor de Arte), Luiz Carlos "Gaúcho" Cortabitart (Diretor da Mr.Vox), Vera Lúcia Oliveira (Diretora de RTVC), Antônio Celso de Souza (Diretor de Arte da Giovanni,FCB), Thaísa Calvet (Atendimento da Millenn);
04/07, Terça-feira: José Carlos Alves (Diretor de Mídia da Salles D’Arcy), Marcio Ehrlich;
05/07, Quarta-feira: Antônio Batista, Branca Lee (Planning);
06/07, Quinta-feira: Marcelo Zochio, Flávia Castello Branco (Atendimento da Eco);
* COBERTURA DE CANNES – A cobertura jornalística do Festival de Cannes por esta coluna, que se encerra formalmente nesta edição, aconteceu graças ao fundamental patrocínio das agências Doctor e FischerAmerica-Rio, às quais a Janela agradece publicamente.
* DIRETORES DE ARTE EM MUDANÇA – O diretor de arte Fernando Freitas, ex-Doctor e J.Walter Thompson, é o novo contratado da Young&Rubicam Rio enquanto na V&S, também entra novo diretor de arte: Fábio Onofre, vindo da Artplan vai fazer dupla com Flávio Guerreiro. E na produtora carioca Tec Cine entra a designer Ana Carolina Carneiro como diretora de arte. Aliás, na Tec Cine também está agora Adriana Salvone como diretora de filmes.
* UNÍSSONO – Kiko Fernandes, diretor da produtora de jingles Speedball, anunciou em Cannes a sua fusão com a produtora de jingles paulista Megafone.
* CEO - Sílvio Matos assume esta segunda feira em São Paulo o cargo de CEO do escritório paulista da Giovanni,FCB, com o objetivo de torná-lo uma mais criativas agências do país nos próximos anos.