Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 
A Fenêtre é a cobertura da Janela Publicitária em Cannes.
 

19 de junho de 2012, terça-feira

PROMO, DIRECT e ZZZZ...PR

Philip Thomas, CEO de Cannes, no palco.
Foi boa a cerimônia de entrega dos leões ontem no Palais. Não estava tão cheio como eu imaginava e os caras conseguiram agilizar, da seguinte maneira: se uma agência ganha um ouro e mais uma prata na mesma categoria, isso é citado de uma vez só, não fica mostrando várias vezes a mesma coisa.


OS GPs

O case da Crispin para a American Express: GP
Vamos começar pelo GP, que foi, de novo, o mesmo pra Promo e Direct, o “Small Business Day”, que já tinha passado o rodo no Clio.
A ideia da Crispin para a American Express é simples, mas complexa de executar: criaram um dia para estimular pequeno comércio, em seguida ao Black Friday, a sexta depois da Ação de Graças e data mais importante para as lojas americanas.
O curioso é que a ideia é de 2010. A agência esperou para fazer um case mais parrudo para mandar.
Já o GP de PR, muita gente do Brasil não entendeu o que o júri viu de incrível. Um tradicional grupo de salsa de Porto Rico regravou um sucesso trocando a letra para estimular as pessoas a trabalharem.
E a gente que cresceu acostumado a ver as celebridades transformarem seus hits em jingles fica meio...ah, isso é uma ideia espetacular? Pois é, mistérios da categoria PR.


PR

Então, falemos de PR. A categoria, ainda incompreendida, foi bem chata. Umas ideias fracas. Um monte de explicação. Caído. Do que eu vi, só gostei de duas peças.
- O Integration Day da Saatchi Milão para a CoorDown, que regravou comerciais de outras marcas mas com pessoas com Síndrome de Down. E a agência mandou ao palcou para receber o ouro, duas pessoas com Down, que foram e aplaudidas de pé.
E curti o Blood Relations da Saatchi Israel, que pra mim, merecia o GP: uma campanha de doação de sangue de palestinos para judeus e vice-versa, com uma mensagem direta: não odeie quem tem seu sangue correndo nas veias. A ideia também é de 2010.
A Saatchi Milão levou pessoas com Síndrome de Down para receber seu GP
O Case Integration Day, da Saatchi Milão para a CoorDown
O case Blod Relations, da Saatchi Israel, que seria o voto da Fenêtre.


DIRECT

Estava mais competitiva e eu destacaria os dois ouros, brilhantes, da alemã ServicePlan, que vem realizando um ótimo trabalho todo ano:
O Barrel of Sound para Lego Star Wars, uma caixa de música gigante, feita com as peças do brinquedo que toca o tema do filme: E o anuário que só funciona quando exposto ao sol, para a empresa de energia Austria Solar.
Em tempo: ainda acho que as Real Fruit Boxes, da AgeIsobar para Camp, prata em Direct e o Fashion Like, da DM9 para C&A mereciam ouro em alguma categoria.
O case Barrel of Sound para Lego Star Wars.
O case Austria Solar


PROMO

Eduardo Marques
Eduardo Marques repete para a Fenêtre a pirueta que deu no palco do Palais
Em Promo, a noite foi da Ogilvy Brasil, agência com o maior número de leões e a única brasileira a subir duas vezes para buscar os prêmios de Hellman’s e Sprite, cases mostrados aqui ontem.
Na sua vez, o diretor de criação Eduardo Marques deu uma de Vampeta. Lembra a cambalhota que ele deu quando foi levar a Copa no Planalto em 2002? Por aqui Dudu deu uma pirueta no palco. Depois, repetiu a façanha no hall do Palais.
Com os resultados de hoje aqui, vai ser difícil uma agência brasileira superar os leões do time comandado pelo VP Anselmo Ramos e os ECDs Claudio Lima e Fred Saldanha. Já são 15, marca histórica da agência que levou 10 em 2010 e 11 em 2011.


MATEMÁTICA

Ogilvy Brasil
Galera da Ogilvy com seus Leões. A agência está entre as brasileiras mais premiadas.
É cedo, mas já se faz as contas na sala de imprensa para saber se a Ogilvy consegue estar no top 3 de agência do ano, competição que só conta os resultados em Film, Press, Outdoor, Radio e Cyber, tendo que ter prêmios em 2 categorias e pelo menos um em Film, onde a agência tem poucas inscrições.
Mas se acredita que o título de rede do ano está perto da Ogilvy Worlwide. Só o resultado de Film pode reverter esse jogo. E lá a briga é parelha.

Nota do Editor: A DM9, que a Fenêtre apontou como a que mais se inscreveu, juntando São Paulo, Sul e Rio, está em segundo. E o que está acontecendo com a F/Nazca, que a imprensa brasileira apontou como a de maior número de inscrições, mas ainda não apareceu com destaque nos resultados? Será que vem bem em filmes? (Marcio Ehrlich)


LEITE E MOÇA

O leitinho da moça não está fazendo tanto sucesso assim.
Adivinha quem estava de novo se promovendo na porta do Grand Auditorium? Não, não foi Accioly, mas eu acho que esse negócio é dele. O tal Leite de Leão, Yeni Raki.
E botaram lá de novo uma periguete pra rebolar enquanto os promotores enfiavam a bebida goela abaixo dos transeuntes. Pela mãe do guarda, chega gente, esse treco é ruim demais.

Nota do Editor: Fabio, você picha mas todo dia fala nesse leite e bota foto. Estou começando a achar que é jabá. (M.E.)


BRASIL CLASSIFICADO EM PRIMEIRÃO NO BEACH SOCCER

Thony, Emerson Magoo, Eco Moliterno, Alex Miranda, Fabio Hacker Alemão, Fernando, Diego, Fabio Seidl e Ricardo
O nobre escrete brasileiro em Cannes finalmente achou a bola.
E uma musa: a sueca Maya.
Foi dureza, no saldo de gols. Com um time formado às pressas em que o centroavante, este que vos escreve, teve que ir pro gol no sacrifício, o Brasil começou mal o torneio contra a Suécia e perdeu de 1x0.
Depois acordou e goleou a Inglaterra (4x1) e passou pelo México (3x2) garantindo a vaga nas quartas, que será...quarta, amanhã.
Os suecos ficaram em segundo e se classificaram capitaneados pela lourinha Maya, essa aí na foto, armadora que roubou a atenção da pelada hoje.
Pois é, o Brasil jogou de branco e azul, tal qual o Olaria, por uma injustificável escolha do patrocinador da equipe.
Em cima: Thony, Emerson Magoo, Eco Rumo ao Gol Mil Moliterno, Alex Love Miranda e Fabio Hacker Alemão. Embaixo: Fernando, Diego, Eu e Ricardo. No meio, mas com tudo em cima: Maya Sueca.


GOOGLE PLAGE

O espaço do Google na praia em Cannes continua sobrando como o melhor lugar off-Palais. Bebericos, praia particular, brincadeiras a valer, aqueles brindes que o pessoal da mídia adora e a criação nunca recebe. Tem de tudo.
Até uma competição com um helicóptero de brinquedo que eu por muito pouco não arrebentei ontem. Dá uma olhada na foto. O negócio era para estar voando na horizontal. E foi parar em cima de umas meninas de topless.
A Big Tenda do Google...
... com seus brinquedinhos de gente grande.


SAPIENT NITRO

Das palestras que vi ontem, gostei da promovida pela SapientNitro, que trouxe Omar Epps, o Foreman do seriado House. Ele mostrou como o showbiz está trabalhando nas redes sociais com um pensamento muito mais sofisticado que a maioria das marcas.
Cases de Lady Gaga, Justin Bieber e Rihanna comparados a marcas de fast food, tênis, carros e até a Disney deixaram a plateia com uma pulga atrás da orelha.


O MANÍACO DO POST IT

Legenda
Ontem um sujeito passou pelos corredores do Palais colando post its para denegrir algumas peças. “Já inscreveram no ano passado de um jeito diferente” e “Tem uma ideia igual na categoria X” eram alguns dos bilhetinhos que eu vi colados nas pranchas, pouco antes de uma pessoa da organização retirar rapidamente.


RÁ, PEGADINHA DO MALANDRO

Eu falei que a tal festa das Russas com ursos amestrados, piscina de vodka e baldes de caviar era o maior caô. Os caras mandaram um comunicado dizendo que vão ter que cancelar porque a Polícia não autorizou e que o número de confirmados era mais do que o dobro da capacidade da casa. Me engana que eu gosto.


ELAS ESTÃO DESCONTROLADAS

Quem quis entrar no Palais ficou de saco Cheil.
Já ouviu falar do grupo 2NE1 (se diz Twenty One)? E do estilo K-POP? Nem eu, mas a banda esteve aqui ontem trazidos pela agência Cheil e lotou a porta do Palais.
Estava Cheil de fãs adolescentes (trocadilhos, 2 e contando) ensandecidas que dançavam, choravam, arrancavam as calcinhas pela cabeça.
Quase atrapalhou a chegada dos delegados para a premiação.


BONNE VIE

Estão com o burro na sombra enquanto você se mata de trabalhar feito um burro de carga no Brasil:
Ia Murad
Ia Murad, da WMcCann, degusta uns bons drink.
Marcio Borges Mauro Silveira
Marcio Borges, da WMcCann, com um V da Vitória, ou quase isso, na cabeça.
Mauro Silveira, o homem que não fala besteira, da DraftFCB, é um dos poucos que acorda cedo pra ir ao Palais.
Pedro Utzeri Pedro Prado e Thony Fernandes
Pedrinho Utzeri, da Neogama, fez um sorriso amarelo
ao saber que a foto era para a Fenêtre.
Pedro Prado da F/Nazca e Thony Fernandes, Young Lion da NBS estavam com uma dúvida para saber quem era mais alto.
Fabiano Pinel e Talent Philipe Degen. Rafael Pitanguy e Dedé Eyer
Fabiano Pinel pirando em sua primeira vez em Cannes,
com o colega de Talent Philipe Degen.
Rafael Pitanguy, da Africa e Dedé Eyer, da NBS, estavam focados no festival, mas o fotógrafo não.
Toninho Correia Mario Nakamura
Toninho Correia da Publicis, feliz com seus finalistas e ainda torcendo.
A turma da Cinerama, com o chefe Nakamura à direita, na hora do recreio, na praia do Google.


CARTAS REGISTRADAS

Recebo correspondências de dois ex-chefes. Por um momento pensei que eles tinham descoberto que eu roubava material de escritório, mas minha coleção de grampeadores continua a salvo.

Gláucio Binder, da Binder.
Tenho sempre a impressão de que Fábio na Janela traz uma visão de Cannes muito melhor do que é de fato. Por isso que eu não fui. Se eu fosse teria que discordar de tudo o que o Fábio diz.
Seidl Responde:
Glaucio, eu aumento, mas não invento. Mas você pode discordar disso também. Valeu pelo email.

Ricardo Real, da Script:
Brother, sua coluna realmente é de rolar de rir. A coluna do dia 17 não tinha como ser melhor. Palmas.
Seidl responde:
É isso ai, Realeza, a gente vai sempre piorando. A do dia 18 já foi uma tristeza, a de hoje tá bizarra e assim é que se anda. Abração pra Família Script.

E tivemos recebemos o carinho de André Felix da Loducca e da querida Samanta Gravena, da Cuca. Muito obrigado.
Ah, eu zoei o homem aqui na coluna, mas agora tá na hora de homenagear: nosso glorioso diretor de cena e tricolor dos pampas André Pellenz, foi pai ontem (e mesmo assim estava perdendo o tempo dele nos dando audiência).
Andrezoca, que o Felipe traga ainda mais alegria para vocês, o sangue bom do pai ele já tem a sorte de ter. Parabéns.

Continuem a mandar suas opiniões e apostas sobre o nome do meio do Marcio Ehrlich para: [email protected] ou para o Marcio que é quem manda no boteco: [email protected]


O redator Fabio Seidl é o enviado especial da Janela em Cannes 2012.