Janela Publicitária    
 
  Publicada desde 15/07/1977.
Na Web desde 12/07/1996.
 
A Fenêtre é a cobertura da Janela Publicitária em Cannes.
 

22 de junho de 2012, sexta-feira

O CAOS, O CAOS

Tem Fête de La Musique todo dia 21 de junho na França, festejando o solstício do verão.
Chegaram na cidade dois navios daqueles tipo CVC com show do Roberto Carlos, abarrotados de turistas. Tem uma obra gigante que fechou uma das principais avenidas da cidade. Teve Fête de La Musique, um evento que coloca palcos nas ruas para shows de diversos tipos. A segurança do Bill Clinton alterou toda a rotina da cidade e do Festival (e não consegui assistir a palestra, não me registrei com antecedência).
Quinta é normalmente morta no Festival, mas ontem Cannes virou uma zoeira.


NEW DIRECTORS

Tino e Jones
Ponto alto para quem ainda gosta daquele negócio que dava muito por aqui: os filmes. A mostra New Directors, promovida pela Saatchi&Saatchi rolou ontem no Grand Auditorium, teve filas burlescas para assistir os novos talentos das câmeras.
Legal ver a dupla de diretores brasileiros Jones + Tino entre os selecionados deste ano. Ricardo Jones e Airton Carmingani foram dupla na F/Nazca e começaram a brincar de cinema em 2010 em jobs da própria agência para a... Nike. Deu certo.
Um ano depois, eles já largaram tudo para só dirigir. Assinam um dos filmes brasileiros mais premiados do ano em diversos festivais: Vício, também para Nike.
Uma curiosidade: Jones foi o inconsequente que me deu um dos primeiros estágios numa agência. Ele só esqueceu de avisar o diretor de criação, o dono da agência, todo mundo. Fiquei semanas trabalhando na pirataria até que alguém perguntasse: esse moleque aí, quem é?
Confira Jones+Tino e muita coisa nova bacana neste canal especial da mostra no YouTube: http://www.youtube.com/nds


É, É, É, PORRADA DE MULHER

Só dando carteirada para poder fazer esta foto.
Privilégio poder assistir uma troca de ideias entre John Hegarty, da BBH e Dan Wieden, da W+K, os dois completando 30 anos da fundação de suas agências (o aniversário é no mesmo dia).
E para conseguir entrar ainda consegui assistir uma briga de mulheres. Uma delegada (não de polícia, mas participante do festival), se recusou a assistir o seminário por vídeo, em função da sala lotada e queria ficar em pé na sala.
Uma senhora francesa da organização pegou no braço dela e levou logo um catiripapo, seguido de um típico: “don’t touch me, missy”, bem americano.
Eu, que estava do lado, acabei sendo expulso do auditório junto. Mas dei uma carteirada com meu crachá de imprensa.
O responsável pela organização argumentou que como eu tenho crachá de Press, poderia ver em streaming da sala de imprensa. Eu disse que tinha que fotografar. “E onde está sua câmera?”.
Pois, é, estava na sala de imprensa. Aí mostrei meu iPhone pra ele, que deu uma risada. Me saí com um “o senhor está desrespeitando o meu trabalho e subestimando um equipamento inventado por Steve Jobs, isso aqui filma em HD!”. Consegui ficar. E valeu muito a pena.


HEGARTY, WIEDEN, E A PUBLICIDADE DE VERDADE

Champagne, para XBox
Best Job in The World, para P&G
A palestra dos dois já começou bem, com um vídeo de Dan Wieden recebendo a notícia que falaria ao lado de Sir John Hegarty. Sir? Sim, o cara tem um título de nobreza. Por isso Dan Wieden mandou comprar vários títulos honorários e se apresentou como Lord Dr. Reverendo Dan Wieden.
No palco, os dois trocaram comentários sobre as campanhas uns dos outros e comentaram as próprias, mas não foi uma rasgação de seda.
O figuraça Hegarty, por exemplo, disse que odiou os filmes de Old Spice na primeira vez que viu. Em tom de brincadeira, completou dizendo que odiou mais ainda quando soube que era da W+K e começou a perguntar se seus criativos sabiam fazer filmes daquele jeito.
Admitiu ainda que reprovou da primeira vez o multipremiado filme Champagne, de 2002 para XBOX.
Mas que a dupla Fred& Farid o convenceu a filmar para colocar na internet, já que a molecada estava toda lá e que “nem os caras da Microsoft iriam ver”. O filme foi obviamente parar na TV.
Falaram ainda de trabalhos que competem com chances por aqui como os Três Porquinhos para o The Guardian, Best Job in The World para P&G e muito mais.
E ainda soltaram duas frases que dizem muito sobre isso aqui.
“Publicidade é uma profissão onde você compete com seus amigos. É preciso saber conviver com isso.” Dan Wieden
“Publicidade é a única indústria que consegue crescer fazendo um produto cada vez pior. Cannes é um bom momento para revermos isso.” Sir John Hegarty.
Foram aplaudidos de pé. Uma manhã de publicidade de verdade aqui em Cannes.


RONALDO BRILHA MUITO NA CROISSETE

R9, simpático e tal, mas debate morno.
O Cannes Debate que contou com nosso Ronaldo Nazário foi só ok. Contando com uma tradutora, o R9 se saiu bem, respondeu tudo, foi simpático e emplacou umas piadinhas.
Mas as perguntas foram fracas e repetitivas, pelo menos para os brasileiros, acostumados com o dia a dia da preparação para a Copa e Olimpíada aí no Brasil. “Como é que ta lá?” “Vai dar tempo?” “E essa sua nova função de empresário?”.
Lá pelo meio, descambou pro clima de Mesa Redonda: “Você tem mais saudades do Milan ou da Inter de Milão?” “Quem vai ganhar a EuroCopa?”. E foi isso. E depois, claro, muita tietagem, de torcedores de todos os países. Tinham uns japoneses malucos por uma foto.


MISTER CATRA INVADE A CROISSETE

É Ritmo de Festa
Quinta também é aquele dia que as agências fazem suas festinhas, reúnem seus comparsas para aquele convescote animado, recheado de acepipes, rabos de galo e alguns pequenos vexames.
Numa dessas festas, que contava com uma bandinha meio bundinha, e um DJ meio insosso, um criativo maroto sacou seu iPhone do bolso e o convenceu a tocar um pequeno set, assim, sem compromisso.
Em segundos, Mister Catra começou a sair dos falantes e botou fogo nas areias de Cannes. Daí pra frente, meu amigo, foi cada um por si.


LOBINHOS DO ASFALTO

Os Lobinhos do Asfalto
Corniche D'Or

Passeio tradicional nas quintas de Cannes é o Lobinhos do Asfalto. Realizado há alguns anos, o de ontem fez o circuito Cannes-Corniche D’Or-Antibes e chegou a faltar moto e scooter na locadora.
Publicitários do Brasil, Argentina, Espanha e Áustria estiveram na estrada.
O rolê terminou com poucas baixas: uma pequena queda de um dos motoqueiros e uma parada pela polícia, justificada por uma contra-mão na maior cara de pau.
O oficial liberou os pilotos após uma inútil tentativa de estabelecer uma conversa em Francês.

Nota do Editor: Fabio, olhando assim para o físico dos moços, não estaria na hora de mudar o nome do grupo para Ursos do Asfalto? (Marcio Ehrlich)


EVACUADOS

Olha aí os jornalistas brasileiros que aturam uma barbaridade de gente enchendo o saco querendo aparecer e querendo saber os resultados antes mesmo do julgamento das categorias.
Respeito demais essa turma, que todo ano rala 24 horas por aqui e ainda tem paciência de receber esse intruso aqui de braços abraços na sala de imprensa.
E que ontem, foram retirados dos seus postos de trabalho pela segurança presidencial americana, mas faz parte.
Vou ficar devendo o pessoal do Meio&Mensagem que além de ter outra base, não para um segundo por aqui na sala de imprensa.
A concentradíssima equipe do PropMark liderada pelo Marcello Queiroz na cabeceira.
O reduzido, mas aguerrido time do CCSP: Rita, Laís (centro) e Affini.
Adonis Alonso, do Blog do Adonis, fingindo que está dando as últimas notícias, enquanto não perde um segundo do seu Corinthians.
Marcelo Gripa, do AdNews, movido pela notícia.
O exército do Programa Reclame/Multishow, sempre rindo porque pra viver é melhor sempre rir.
Antonio Carlos Accioly, enviado do Vox News, como vocês podem ver continua trabalhando muito.


CORREIO

De Andrea Metzker, da NBS:
Fábio, você é o melhor investimento que o Marcio faz anualmente! Beijos

Seidl responde:
Andreazucha, devo ser mesmo, porque ele não investe nada e recebe 100% do investimento de volta: o dobro do nada.

De Rafael Simi, da Momentum.
Fábio e Marcio,
Acho que a Janela é o melhor site, justamente porque não se leva a sério, consequentemente, não levando a sério um monte de coisa. A começar pela categoria PR, onde eu, trouxa, inscrevi trabalhos achando que era uma coisa e, ao ver os vencedores, descobri que era...era...bom, eu juro que eu não sei até hoje qual é o critério dessa categoria. Será premiar paródias de músicas? Se lembra daquele cara que ia ao Show de Calouros e era o Rei das Paródias?
Talvez eu chame para trabalhar comigo.
Gostaria de deixar aqui meu abraço para os cariocas que fizeram bonito. Valeu, Staff, Artplan, Quê e Heads. Azafamados abraços.
Ra-rái!
Seidl Responde:
Rafito, o Rei das Paródias do Programa Silvio Santos, Renato Barbosa, faleceu em 2007, mas sempre existe a possibilidade de você conseguir falar com ele em algum centro que trabalhe com uma comunicação mais espiritual. Separamos para você este video para você matar as saudades.
E para de mandar abraço pra todo mundo que isso aqui não é o Show de Calouros.

De Amandio Cardoso, da MMS, Recife:
Amigo Vascaino,
Acho, não tenho a certeza, que o "Vasco" (Condessa) se equivocou nas palavras: são azáfamas ou alfazemas? De qualquer forma, se for a Grasse, tragas umas "Alfazemas". Au revoir.

Seidl Responde:
Eu vou te entregar, meu amigo pernambucano. Esse foi o único sujeito que fez questão de vir a Cannes e conhecer a cidade de Grasse, supostamente famosa por produzir alfazemas e lavandas para marcas de perfumes. Depois de tentar convencer Cannes inteiro a acompanhá-lo neste programa super macheza, seguiu sozinho o seu périplo. Demorou um dia inteiro para encontrar o lugar e descobrir que a cidade deveria se chamar, na verdade, Sem Grasse. Não tem nada lá.
Agradecimentos também aos gloriosos Filipe Raposo, da DPZ e Rafael Cordeiro, da Ogilvy, que mandaram mensagens regozijantes. Valeuzis.


CORRENDO

Vou lá ver o short de filmes. Amanhã eu volto com uma análise do Festival e a revelação do misterioso nome do meio de Marcio Ehrlich, feita de uma maneira surpreendente.
Se ainda tiver alguma coisa para dizer, fale agora ou cale-se para sempre nos emails [email protected] ou direto com quem manda, o Marcio XXX Ehrlich: [email protected].


O redator Fabio Seidl é o enviado especial da Janela em Cannes 2012.